UPAs de Santos têm 115% de aumento no atendimento a pacientes com sintomas gripais | Santos e Região

Os atendimentos de sintomas gripais aumentaram 115% em junho nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Santos, litoral de São Paulo, em comparação a maio. Foram 5.750 pacientes no mês passado contra 2.673 no período anterior. Os números são das três UPAs do município: Central, Zona Leste e Zona Noroeste.

A UPA Zona Noroeste, por exemplo, registrou o aumento mais expressivo, saltou de 104 atendimentos em para 1.153 em junho, uma alta de 1.008%. Já a UPA Central mais que dobrou o número, passou de 691 para 1.608 (132%).

Por fim, a UPA Zona Leste teve aumento de 1.878 para 2.989 atendimentos, um acréscimo de 59%.

Na UPA Central, foram 702 casos de síndrome gripal, contra 400 em maio, aumento de 75,5% Já os casos de coronavírus assinalados foram de 906, ante 296 no mês anterior, um acréscimo de 206%.

Na UPA Zona Leste, no mês de maio, foram registrados 1.878 atendimentos de pacientes com sintomas gripais na unidade, sendo 10% casos de Covid, e o restante de doenças como bronquite, asma, gripes, sinusite, amidalite e faringite. Em junho, o número subiu para 2.989 atendimentos do tipo, dos quais 30% de coronavírus e 70% das demais doenças citadas.

Já na UPA Zona Noroeste, quanto às síndromes gripais, foram 1.153 atendimentos em junho, contra 104 no mês anterior, um acréscimo de 1.108%,

Vacinação contra a gripe

Segundo a administração municipal, a cobertura vacinal contra a gripe está na casa de 30%, com 88.115 imunizados, de um público-alvo total de 285.424 pessoas [profissionais de saúde, idosos, trabalhadores do porto, forças armadas, forças de segurança, professores, pessoas com deficiência, gestantes, puérperas, crianças e caminhoneiros]. O total de vacinados é de 125.668 pessoas.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar