Tucano-de-bico-verde é resgatado na Rodovia dos Imigrantes em Cubatão, SP; VÍDEO | Santos e Região

Um tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus) foi resgatado no meio da pista da Rodovia dos Imigrantes, no Km 58, na altura de Cubatão (SP). Segundo apurado pelo g1, a ave foi avistada por uma equipe de operadores de tráfego da Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI).

Imagens obtidas pelo g1, nesta sexta-feira (9), mostram a ave dentro do veículo junto com a equipe de funcionários após o resgate. Um dos profissionais passa a mão no bico e na cabeça do tucano (veja o vídeo acima).

“Ficamos muito contentes, muito alegres por resgatar esse filhote de tucano, mais uma vida foi salva, mais um animal e bicho que vai voltar com certeza para seu habitat, com vida e segurança”, disse um dos funcionários que participou do resgate e que não quis se identificar.

Tucano que estava na pista da rodovia dos Imigrantes foi resgatado por profissionais da Ecovias — Foto: Arquivo Pessoal

Em nota, a Ecovias confirmou que ao se deparar com um filhote de tucano na pista, sentido São Paulo, uma equipe da concessionária, que é treinada para atuar em atendimentos nas rodovias e para manejo de animais silvestres, conseguiu resgatar o animal que, após os fatos mostrados no vídeo, foi transportado para o zoológico do Parque Estoril, em São Bernardo do Campo (SP).

Ainda de acordo com a Ecovias, no zoológico observaram que o tucano estava com uma asa quebrada. O g1 entrou em contato com o Parque Estoril, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

O tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus) é encontrado em toda região Sul e Sudeste do Brasil e também no Sul de Goiás, Paraguai e até no Nordeste da Argentina, sendo bastante comum em regiões de serra, onde é avistado em pequenos bandos.

Vive em áreas de florestas, desde o litoral até as zonas montanhosas, incluindo as florestas de planalto. Além disso, habita a copa de florestas altas, principalmente, em áreas montanhosas da Mata Atlântica.

Segundo o biólogo Eric Comin, era comum ver o animal em seu habitat, mas devido ao desmatamento, os avistamentos têm sido mais raros. Ele conta que a alimentação da espécie é variada, incluindo ovos, outras aves, frutos, artrópodes e até pequenos vertebrados.

O profissional explicou que a espécie tem de 42 a 48 centímetros, sendo boa parte do tamanho correspondente ao pico. O peso varia entre 265 a 400 gramas. “Apresenta papo amarelo e bico verde. O serrilhado do bico é bem desenvolvido e realçados pela cor vermelha sanguínea”.

De acordo com o biólogo, é o único Ramphastos a apresentar um ângulo acentuado na base da mandíbula inferior. “O nome popular dele se dá pela coloração do bico”, disse o biólogo.

Comin afirmou que o estado de conservação da espécie é um pouco preocupante e que muitos caçadores gostam da carne dessas aves. “São perseguidos por caçadores pela carne”.

Tucano estava no meio da rodovia dos Imigrantes correndo risco de atropelamento e foi resgatado por equipe da Ecovias — Foto: Reprodução

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar