Tripulante brasileira sofre hemorragia e morre em cruzeiro no Alasca | Santos e Região

Uma brasileira de 33 anos morreu na manhã desta quarta-feira (27) após sofrer uma hemorragia no navio de passageiros onde trabalhava como assistente de garçons. A embarcação Norwegian navegava pelo Alasca. Diana Wierdak era natural de São Vicente, no litoral de São Paulo, e filha do músico Tarso Wierdak dos Santos, que morreu aos 54 anos, em 2019.

Segundo informações obtidas pelo g1, Diana estava a bordo desde o dia 8 de abril. O corpo dela passa por autópsia para o translado ser liberado [do Alasca para o Brasil]. Ainda não há informações sobre o velório.

Diana era filha de Tarso Wierdak, líder da banda Carnal Desire. No dia 6 de setembro de 2019, ele não resistiu a uma parada cardiorrespiratória causada por uma complicação da diabetes.

Tarso era conhecido na cena do rock santista. Foi vocalista da banda Alcoólica e, desde 1991, estava à frente da Carnal Desire.

Ele descobriu a diabetes em 1993, mas só dez anos depois é que começaram a surgir complicações. Na primeira delas, ele quase perdeu a perna. Foi internado na Santa Casa de Santos e contou com a ajuda de Chorão [ex-vocalista do Charlie Brown Jr, morto em 2013] com quem manteve amizade por quase 20 anos.

O músico será homenageado em Santos, também no litoral paulista, no Dia Municipal do Rock, no próximo dia 30 de abril. A cerimônia acontecerá na Praça dos Andradas, no Centro.

Músico será homenageado em Santos no próximo dia 30 de abril — Foto: Reprodução/Facebook

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar