Tia de menina que morreu ao cair do 12º andar em SP afirma que família está com o ‘coração dilacerado’ | Santos e Região

A morte de Rafaella Lozzardo Silva, que caiu do 12º andar de um prédio em Praia Grande, no litoral de São Paulo, gerou comoção nas redes sociais e repercutiu em todo o País. Quatro dias após a fatalidade, familiares e pessoas que conheceram a menina se pronunciaram pela primeira vez com depoimentos e mensagens carregadas de emoção e saudade.

Uma tia da menina, irmã da mãe da criança, agradeceu o apoio recebido e revelou que a família está com o “coração dilacerado” após o ocorrido.

Não está sendo fácil. Ainda não estamos com cabeça para conversar. Conseguir responder. Estamos com o coração dilacerado

— Tia de Rafaella, menina que morreu após cair do 12º andar de um prédio em Praia Grande (SP)

Tia de menina que caiu do 12º andar de prédio em Praia Grande (SP) publica mensagem em redes sociais — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Vizinhos e pessoas do convívio de Rafaella também admitem estar em ‘estado de choque’ com o acidente que vitimou a garota. O g1 conversou, nesta quarta-feira (15), com uma funcionária de um restaurante de São Vicente, também no litoral de São Paulo, que revelou que esteve com a menina poucos dias antes da queda.

“Ela estava muito feliz, muito alegre, uma criança cheia de energia e sorridente”, lembra Michelle Sanches.

A profissional acrescenta que Rafaella esteve no estabelecimento por dois dias seguidos e até fez amizade com seu filho. “Gostou muito dela. [O filho] Até pediu para namorar com ela. Coisa de criança. E ela disse que não, que ele era muito feio”, relembra.

Morte de Rafaella, menina de 6 anos que caiu do 12º andar de um prédio em Praia Grande (SP), gerou comoção nas redes sociais — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma criança de 6 anos morreu após cair do 12º andar de um prédio na madrugada deste sábado (11), no bairro Canto do Forte, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O caso ocorreu na Avenida Castelo Branco. Segundo apurado pelo g1, o pai da menina foi liberado em audiência de custódia após ser preso por abandono de incapaz com resultado de morte.

De acordo com a Polícia Civil, o comerciante de 39 anos ausentou-se do local para levar a namorada dele, de carro, até a casa dela e deixou a filha dormindo sozinha no apartamento.

A menina acordou, ficou desesperada ao ver que estava sozinha e gritou pedindo socorro na sacada do apartamento, momento em que caiu do 12º andar. A criança caiu no piso superior do estacionamento do prédio, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar