Ressaca e ventos de até 75 km/h estão previstos para este final de semana no litoral de SP | Santos e Região

A Defesa Civil do Estado de São Paulo emitiu um alerta de fortes ventos para o litoral de São Paulo, que podem variar entre 50 km/h e 75 km/h. A mudança no clima tem a ver com a passagem de uma frente fria na região. O órgão declarou estado de atenção até 21h desta sexta-feira (29).

Em nota, a Coordenadoria Estadual de Proteção e a Defesa Civil explicaram que os alertas para ventos são emitidos baseados em modelos meteorológicos ou em alertas da marinha do Brasil.

O Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas da Unisanta (NPH-Unisanta), no entanto, acredita que o estado de atenção se estenderá até domingo (31) devido a previsão de maré elevada e mar agitado para o fim de semana.

Há ainda um alerta de ressaca do Plano Municipal de Contingência para Ressacas e Inundações de Santos, por conta da previsão de maré alta 2 metros e ondas entre 2m e 3m na região da Baía de Santos. A ressaca ocorre quando há combinação entre maré alta e ventos fortes.

Se a previsão se mantiver, há possibilidade de alagamentos pontuais nos períodos em que a maré estiver elevada, assim como impactos nas estruturas urbanas costeiras na cidade de Santos, por conta da intensidade e direção das ondas.

Ventania nas cidades do litoral de São Paulo

Na manhã desta sexta-feira os sensores da Praticagem de São Paulo registraram rajadas de vento acima de 80 km/h. O NPH-Unisanta ressaltou que as informações são baseadas em previsões de modelos numéricos, podendo sofrer alterações ao longo do tempo.

De acordo com a Defesa Civil de Santos, a intensidade máxima de rajadas de vento registrada na Ponta da Praia foi de 83,1 km/h. O órgão afirma que ainda há riscos de novos ventos fortes a medida em que a frente fria avançar sobre a região. Não foram registradas ocorrências.

A Prefeitura de Praia Grande, por meio da Defesa Civil, não registrou ocorrências relacionadas aos fortes ventos, até o momento. A cidade acrescenta ainda que acompanha os boletins da Defesa Civil estadual e mantém equipes de prontidão 24h por dia. Por fim, o órgão pede que a população entre em contato, caso note algum problema neste sentido, por meio dos telefones 199 e 153.

Segundo a Defesa Civil de Guarujá, a máxima dos ventos foi registrada às 6h03 da manhã, alcançando 75.6 km/h. Houve uma queda de árvore de grande porte no Perequê. Não houve feridos.

A Defesa Civil de Bertioga informou que, de acordo com a Defesa Civil do Estado, as rajadas de vento foram de 50 a 74 km/h na cidade. Por conta da ventania, foi registrada uma ocorrência de queda de coqueiro no Morada da Praia. Não houve vítimas ou danos materiais. Chamados de urgência e emergência podem ser feitos por meio do telefone 199.

O diretor da Defesa Civil de Peruíbe, Marcos Antônio Santana, disse que os ventos previstos para a região passaram foram notados por volta das 4h30, mas não indicaram a velocidade. Não há registro de ocorrência.

A Prefeitura de Mongaguá informa que a situação no município está tranquila após os fortes ventos registrados na madrugada desta sexta-feira (29). Não há registro de pessoas feridas ou danos ao patrimônio público. A Coordenadoria de Defesa Civil do Município continua em estado de alerta para atender qualquer situação que venha acontecer nas próximas horas.

As cidades de São Vicente, Cubatão e Itanhaém não registraram nenhuma ocorrência, por conta dos fortes ventos.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar