Professor usa jogos de RPG para ensinar matemática aos alunos no litoral de SP: ‘mais confiantes’ | Educação

O professor Tiago Dias, de 39 anos, decidiu juntar duas de suas paixões: matemática e RPG [a sigla significa ‘Role-playing Game’, em inglês, e ‘Jogo de Interpretação de Personagens’, em português]. O objetivo é tornar a matéria mais fácil e divertida para os alunos da Escola Estadual Professor Suetônio Bittencourt Junior, em Santos, no litoral de São Paulo.

Ao g1, Dias contou que percebeu ainda na adolescência que o RPG e a matemática o ajudariam a desenvolver o raciocínio e a criatividade. Então, quando os próprios alunos vieram com a ideia, o professor não precisou pensar duas vezes para colocá-la em prática. Neste sábado (15), quando é celebrado o Dia dos Professores, ele afirmou que tenta ser sempre um “bom exemplo” aos estudantes e incentivá-los ao máximo.

Segundo o profissional, o RPG é a reunião de um grupo de pessoas para contar uma história, que é elaborada por um jogador em especial, chamado de ‘mestre’. No jogo, cada um controla o próprio personagem, que precisa resolver problemas. Para saber se terá sucesso na sua escolha, é preciso usar os dados e seguir conforme as regras estabelecidas previamente.

“É bem visível o retorno com o pessoal que participa. Eles se sentem mais confiantes nas aulas. Eu tinha alunos com bastante dificuldade para fazer cálculos, contas básicas de soma, multiplicação, divisão e subtração. Agora, durante o jogo, eles se tornam mais confiantes, uma vez que estão em um ambiente em que, se errarem, não terão problemas. Basta fazer a correção e seguir a partida”.

O projeto acontece fora do horário das aulas. O professor afirmou ainda que alguns alunos estão na ‘fila de espera’, entusiasmados em participar. Segundo Dias, os principais objetivos se baseiam em fazer com que os estudantes se sintam integrados à escola e, além disso, que possam compartilhar o conhecimento com os colegas. Ele acrescenta, ainda, que o método estimula os adolescentes mais tímidos a interagir.

“A matemática pode ser aprendida de uma maneira mais fácil e divertida para todos”, afirmou o professor.

Neste Dia dos Professores, Tiago Dias, de 39 anos, disse que tenta ser sempre um bom exemplo aos seus alunos — Foto: Arquivo Pessoal

Segundo Dias, a matemática está presente em todos os instantes do jogo, e os alunos ficam ansiosos para saber os resultados. Sendo assim, eles acabam ‘pegando a prática’ de fazer as contas mais rápidas. Ainda de acordo com o professor, as partidas também estimulam a coletividade.

Ao g1, Dias citou um dos episódios em que os alunos o surpreenderam. “Um grupo de cinco jogadores ganhou um prêmio de 33 ‘moedas de ouro’. Eles tinham que dividir, e é bacana porque não existe uma única ‘maneira correta’ [no jogo]. Eles decidiram dividir igualmente, e deram seis moedas para cada um. As três que restaram eles decidiram juntar para comprar algo que todo mundo pudesse usar”.

O professor complementou dizendo que o projeto ajuda o aluno a entender que, em qualquer momento da vida que possa usar matemática, é possível obter um desempenho mais interessante e eficiente.

Tiago Dias, de 39 anos, decidiu juntar duas paixões: matemática e RPG — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar