Procurado da Justiça é capturado no litoral de SP por matar menor de idade em baile funk | Santos e Região

Rennan Lourenço Da Silva, de 31 anos, foi capturado e preso em Mongaguá, no litoral de São Paulo, por ter atirado e matado um menor de idade após uma briga em um baile funk na capital paulista em 2013. Na ocasião, ele ainda atentou contra a vida de outras três pessoas envolvidas na confusão.

O homem preso na última sexta-feira (19) tinha contra ele um mandado de prisão preventiva, expedido após o inquérito tê-lo apontado com o responsável pela morte. Desde então, Rennan era considerado um foragido da Justiça.

Os policiais chegaram ao homem, que estava na Avenida São Paulo, através de uma denúncia anônima. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), por volta das 12h, ele foi levado à Delegacia Sede de Mongaguá, onde permanece à disposição da Justiça.

Caso é registrado na Delegacia Sede de Mongaguá — Foto: Luciana Moledas/g1

Uma briga generalizada em um baile funk em São Paulo, em 7 de setembro de 2013, terminou com dois baleados e um menor de idade morto no Jardim Carumbé. Segundo o inquérito policial, por volta de 5h40 Rennan cometeu o crime de homicídio e tentativa de homicídio.

Segundo a investigação, três jovens estavam envolvidos na briga, além do acusado. Após o tumulto, Anderson Oliveira, que tinha 16 anos, saiu do local. O irmão dele e um colega, que participaram da discussão também se retiraram.

Em meio ao baile, Rennan acabou encontrando a dupla de amigos e atirou contra os dois, que correram para o meio da multidão para se proteger.

Segundo a Polícia Civil, depois de efetuar os disparos Rennan chegou a fugir, mas encontrou Anderson em uma rua próxima ao baile e atirou contra ele, que morreu ao ser atingido.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar