Processo de desestatização do Porto de Santos já está com o TCU, afirma ministro | summit portos

O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, afirmou durante o Summit Portos 2022, que o início do processo de desestatização do Porto de Santos já foi entregue ao Tribunal de Contas da União (TCU) para a análise, de maneira informal.

No pronunciamento, realizado em vídeo, Marcelo ressaltou a importância das privatizações no setor. “Vamos seguindo esse trajeto, com a privatização de Itajaí, São Sebastião e, posteriormente, o Porto de Santos”.

O ministro ainda comentou que o complexo santista é um local muito importante, por ser o melhor porto do hemisfério sul em operação. Com os processos de desestatização em vista, Sampaio se mostrou otimista sobre o panorama econômico do país em 2023.

Bruno Nunes Sad, diretor da Secretaria de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia, comentou que o movimento de privatização precisa ser feito imediatamente. Para ele, as melhorias necessárias no Porto de Santos não podem ser garantidas apenas com investimento público.

A fala de Marcelo Sampaio foi confirmada por Augusto Nardes, ministro do TCU, que considera a desestatização fundamental para o futuro do setor. De acordo com Nardes, Tribunal de Contas da União vai agilizar todo este processo.

“Tudo depende do aval da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), que deve sair até o início de novembro. Com esta etapa realizada, se dará o início da fase de licitação, a ser concluída até o fim de 2022”, declarou.

O SUMMIT PORTOS 2022 – Capacidade e Competitividade foi realizado pelo Grupo Tribuna. O evento aconteceu no dia 1º de setembro no Brasília Palace Hotel, em Brasília-DF.

A programação foi transmitida ao vivo pela plataforma do evento, com tradução simultânea. Todo o Summit Portos pode ser assistido no YouTube:


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar