Primeiro hospital de campanha para Covid-19 da Baixada Santista é desativado em Praia Grande, SP | Mais Saúde

Após um ano e quatro meses de funcionamento, o primeiro hospital de campanha montado para casos de Covid-19 da Baixada Santista, região do litoral paulista, foi fechado. A unidade foi implantada no início da pandemia e encerrou os atendimentos nesta quinta-feira (30), em Praia Grande.

Segundo a administração, quase 2 mil pacientes passaram por internações no local, que ficava no Ginásio Falcão, na Avenida Presidente Kennedy, s/nº, no bairro Mirim. Atualmente, o equipamento está com apenas dois pacientes internados, o que equivale a 5% da ocupação total, demanda que poderá ser absorvida pelo Hospital Irmã Dulce, uma vez que esse índice vem se mantendo nos últimos meses.

De acordo com a prefeitura, o avanço da vacinação contra o coronavírus foi um dos fatores determinantes para o controle da pandemia na cidade. Até esta quinta-feira, 455 mil doses já haviam sido aplicadas, sendo que 266 mil pessoas tomaram, ao menos, a 1ª dose. Nesta sexta-feira (1), o local já não está mais recebendo as internações.

O órgão ainda explica que, caso haja necessidade, o hospital de campanha poderá ser reativado em poucos dias, tendo em vista que todos os equipamentos utilizados são municipais.

Com a desativação, ficarão disponíveis 20 leitos de enfermaria exclusivos para Covid-19 e 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Irmã Dulce, números que também poderão ser revistos e aumentados, caso haja necessidade.

O Ginásio Falcão continua abrigando o Hospital de Síndromes Gripais, atendendo especificamente estes casos, com o objetivo de evitar que os pacientes procurem outras unidades de saúde. Desta forma, a população deve continuar procurando o ginásio para atendimento de sintomas da Covid-19.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar