Presidente da Câmara de Itanhaém, SP, persegue ladrões de cosméticos e auxilia em prisão | Santos e Região

Três homens foram presos em flagrante por roubo após serem perseguidos de carro por um investigador da Polícia Civil em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Ao g1, o agente revelou que não estava em expediente na corporação. Ele cumpria deveres como presidente da Câmara dos Vereadores do município, seu outro trabalho, quando notou o comportamento suspeito do grupo.

Os homens foram presos na última sexta-feira (5). Após roubarem 24 caixas de produtos de beleza, que seriam comercializadas por um casal na cidade, além de objetos pessoais, como dois celulares e um cartão bancário.

Silvio Cesar de Oliveira, investigador da Polícia Civil e presidente da Câmara dos Vereadores de Itanhaém percebeu que algo estava errado quando notou um carro passar em alta velocidade e com a placa coberta por um pano. Isso o motivou a perseguir os criminosos.

Atendia a população dentro da minha função de legislador quando o carro passou de forma suspeita, o que chamou a minha atenção. Comecei a acompanhá-lo [também de carro] e, quando eles perceberam a minha presença, entraram em uma rua, mas ela era sem saída

— Silvio Cesar de Oliveira, investigador da Polícia Civil e presidente da Câmara dos Vereadores de Itanhaém (SP)

O agente acrescenta que os três pularam muros para fugir. Ele então acionou a Polícia Civil e a Polícia Militar (PM) enquanto identificava as cargas roubadas dentro do veículo dos bandidos. O grupo se dividiu, mas um integrante acabou detido em uma rodovia, e os outros em uma praia de Itanhaém. Eles não estavam armados no momento da prisão em flagrante.

O caso foi registrado no 3º Distrito Policial (DP) do município e os itens foram devolvidos às vítimas.

O roubo ao casal, que não teve a identidade divulgada, aconteceu na Avenida Atlântica, no bairro Verde Mar, por volta das 10h.

Ainda de acordo com o investigador de polícia e vereador, as vítimas relataram à corporação que os homens ameaçavam estar armados no momento da abordagem. Elas comercializavam os citados produtos de carro pelo município (veja a imagem abaixo).

Vítimas dos criminosos comercializavam produtos de beleza por Itanhaém, SP — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Como agir em casos semelhantes

À reportagem, o investigador explicou como o cidadão pode agir em situação semelhante a presenciada por ele. “Sem ser um policial, você deve acionar a corporação”, completa.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar