Prefeito de Cananéia obtém liminar e interrompe comissão processante na Câmara; VÍDEO | Santos e Região

A Comissão de Investigação Processante (CIP) da Câmara de Cananéia, no Vale do Ribeira, que investiga irregularidades na compra de 900 carteiras escolares, teve os trabalhos suspensos por conta de uma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), após recurso impetrado pelo prefeito, Robson da Silva Leonel (PL).

Na prática, os trabalhos já realizados pela comissão, como coletas de provas e depoimentos, seguem válidos. No entanto, os prazos até a realização da sessão extraordinária, que teria a leitura do relatório da comissão, estão “congelados”.

Nela, os vereadores poderão votar pela absolvição, arquivamento do processo ou pela cassação e a perda dos direitos políticos de Leonel.

Prefeito de Cananéia (SP) obtém liminar e interrompe comissão processante na Câmara — Foto: Divulgação/Prefeitura de Cananéia

A CIP, instaurada no dia 5 de abril, teria 90 dias para realizar os trabalhos, mas o fez em 80 dias. A denúncia, feita por um munícipe, apura irregularidades na compra do mobiliário escolar, que teria um superfaturamento de até 50%, bem como outras irregularidades no processo licitatório.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar