Prédio evacuado após coluna ceder no litoral de SP ganha novas escoras, mas permanece interditado



Prefeitura de Praia Grande (SP) informou, em nota, que a construtora cumpriu o plano de escoramento e entregou novo documento sobre o serviço feito. Material será avaliado na quinta-feira (26). Prédio foi interditado em Praia Grande (SP) após coluna de sustentação ceder
Matheus Croce/g1 Santos
A construtora Rio D’Ouro, responsável pelo prédio residencial interditado em Praia Grande, no litoral de São Paulo, após uma coluna de sustentação ceder, informou ter feito “tudo que foi exigido” pela prefeitura e Defesa Civil para que os moradores possam voltar ao edifício. A administração municipal confirmou que o plano de escoramento foi cumprido e garantiu que analisará, nesta quinta-feira (26), a documento com o serviço realizado antes de entregar o alvará de desinterdição .
Nenhuma data para a volta dos moradores ao local foi indicada no comunicado. A Rio D’Ouro acrescentou, porém, que avisará os proprietários dos imóveis sobre os “tramites dos retornos” deles, assim que a prefeitura emitir o alvará. “Provavelmente, não terão tempo hábil para executar essa parte burocrática ainda hoje”, pontuou, em nota.
O edifício foi vistoriado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Defesa Civil na última segunda-feira (23), quando a prefeitura constatou a necessidade de complementação do escoramento metálico no entorno da coluna que sofreu o dano.
A Prefeitura de Praia Grande confirmou que a Defesa Civil e Secretaria de Urbanismo (Seurb) realizou vistoria no prédio nesta quarta-feira (25) e que a construtora cumpriu com o plano de escoramento proposto pelo engenheiro responsável.
Ainda de acordo com a administração municipal, o engenheiro responsável entregou a documentação complementar solicitada, que será analisada “minuciosamente nesta quinta-feira (26) pelos órgãos” do executivo.
Entenda o caso
Prédio residencial é evacuado em Praia Grande (SP) após coluna de sustentação ceder
Matheus Croce/g1
Um prédio residencial foi evacuado, no bairro Ocian, em Praia Grande, após uma coluna de sustentação ceder na última quinta-feira (19). A Construtora Rio D’Ouro, responsável pelo edifício, a estrutura da viga foi abalada durante uma manutenção periódica. Ninguém ficou ferido.
O edifício tem 20 andares e está localizado na Rua Guimarães Rosa. O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a ocorrência por volta das 14h30. A Polícia Militar e Defesa Civil do município também estiveram no local.
Ao g1, os bombeiros informaram que um ‘estouro’ [barulho alto] antecedeu os danos observados na coluna, o que causou um ‘abalo’ na estrutura do prédio. O local foi interditado.
Prédio residencial evacuado após coluna ceder é interditado em Praia Grande (SP)
Reprodução e Matheus Croce/g1
A Prefeitura de Praia Grande confirmou o ocorrido e acrescentou que, por conta da questão estrutural, foi “necessário providenciar a evacuação dos moradores até que o prédio providencie um laudo técnico que possa excluir qualquer tipo de risco para as pessoas”.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar