Posto de combustíveis é autuado por apresentar bomba com diferença de volume acima do limite em Praia Grande | Santos e Região

Após a reclamação anônima de um consumidor sobre a qualidade do combustível comercializado em um posto, a Polícia Civil em Praia Grande, no litoral de São Paulo, realizou uma fiscalização conjunta no estabelecimento com equipes da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) e do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), na manhã desta sexta-feira (7), no bairro Caiçara.

Segundo a polícia, durante a fiscalização, foi constatado que uma das bombas apresentava diferença de volume acima do limite tolerado. A cada 20 litros de combustível indicados no visor, havia uma diferença de 120 ml a menos. O limite tolerado é 60 ml.

Diante da situação, a bomba foi lacrada. Além disso, outras bombas que estavam trancadas com cadeados, sob o argumento de não serem utilizadas, também foram lacradas.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o combustível do estabelecimento foi coletado e encaminhado para análise laboratorial. O local foi autuado pela ausência de notas fiscais que comprovassem a origem do combustível comercializado. O nome do estabelecimento e o valor da autuação não foram divulgados.

O g1 entrou em contato com o Procon-SP e com o Ipem-SP, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar