Ponte dos Barreiros, em São Vicente, tem quase 70% da reforma concluída | Santos e Região

As obras da Ponte dos Barreiros, em São Vicente, no litoral de São Paulo, estão na reta final. De acordo com a Prefeitura, 77% dos serviços estão concluídos. Ao término dos trabalhos, previstos para julho, a capacidade da ponte vai passar de 32 para 45 toneladas.

Em nota, a administração municipal informou que das 217 estacas que precisavam de recuperação, 180 foram recuperadas e 90% do vão metálico está finalizado.

Segundo a prefeitura, a previsão para entrega da obra é final de julho. Até lá, devem ser realizados os serviços de a pavimentação das pistas, iluminação e conclusão da passarela para pedestres e ciclistas.

Até o momento, 54 das 59 partes das juntas de dilatação foram trocadas — Foto: Solange Freitas/G1

Cento e cinquenta funcionários trabalham para garantir que o prazo de doze meses seja cumprido e os munícipes possam utilizar a ponte com segurança.

Até o momento, 54 das 59 partes das juntas de dilatação foram trocadas. Elas ajudam a absorver a variação volumétrica dos materiais devido às mudanças das temperaturas e também utilizada para mitigar os efeitos da vibração e movimentação da estrutura decorrente do tráfego.

Outro serviço concluído foi a substituição dos aparelhos de apoio de neoprene e o ‘macaqueamento’, que levanta a estrutura da ponte para a colocar uma nova borracha nitrílica, garantindo a absorção dos impactos diários que a estrutura sofre.

A Ponte dos Barreiros foi bloqueada para veículos em novembro de 2019, após o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) fazer uma vistoria no local e, durante avaliação técnica, especialistas apontaram risco de um colapso estrutural.

Em dezembro daquele ano, o Governo Federal anunciou o investimento necessário para a recuperação da estrutura. Três meses depois, em março de 2020, a Caixa Econômica Federal autorizou a liberação dos recursos.

As obras foram divididas em duas fases. A primeira em caráter emergencial, no valor de R$ 5.767.831,91, e a segunda, com investimento de R$ 51.877.415,79, contempla a recuperação das demais estacas e reforma geral da ponte.

Estaca de sustentação da Ponte dos Barreiros estava corroída — Foto: G1 Santos

A Terracom, empresa que ficou responsável pela execução do projeto da primeira fase, começou as obras em abril. Elas foram concluídas no dia 6 de junho, com a recuperação de 52 estacas que apresentavam maior desgaste, uma longarina (vigas longitudinais ou principais) de um dos tabuleiros e três travessas.

O equipamento foi reaberto para veículos leves no dia 1º de julho de 2020, após passar mais de 200 dias totalmente interditado por conta do risco de desabamento. A liberação foi autorizada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Posteriormente, no dia 1º de setembro, também após decisão da Justiça, foi liberado o tráfego para ônibus urbanos e caminhões do Corpo de Bombeiros.

No dia 3 de fevereiro de 2021, a Justiça suspendeu, em caráter liminar, a licitação para a segunda fase das obras na Ponte dos Barreiros após irregularidades no certame. No dia 29 de abril, o prefeito Kayo Amado [Podemos] anunciou a liberação judicial para a retomada da fase dois das obras na Ponte dos Barreiros.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar