Polícia Civil escuta Conrado e músico sobre acidente de ônibus que matou Aleksandro e mais cinco; dupla já recebeu alta | Santos e Região

A Polícia Civil escutou o cantor Conrado e o músico Júlio César Bugoli Lopes na noite de quinta-feira (21), enquanto ambos estavam internados no Hospital Regional de Registro, no interior de São Paulo, e sem condições de locomoção. Na tarde desta quarta (22), porém, a dupla recebeu alta.

João Vitor Moreira Sales, conhecido como Conrado, e o baixista Júlio estavam no ônibus da dupla sertaneja no momento do grave acidente, que resultou na morte de seis pessoas, entre elas o cantor Aleksandro. O veículo com 19 pessoas tombou no último dia 7 de maio na Rodovia Regis Bittencourt, na altura de Miracatu, também no interior de São Paulo.

De acordo com o delegado Carlos Eduardo Vieira Ceroni, que está à frente das investigações sobre o caso e conversou com Conrado e Júlio, nenhum dos integrantes da banda acrescentou depoimentos relevantes para as investigações, pois afirmaram que estavam dormindo no momento do acidente.

“Eles falaram, em resumo, o mesmo que os demais que foram ouvidos. A gente vai ter que aguardar a chegada dos laudos pra que possamos finalizar e fazer o relatório final do inquérito policial”, acrescentou o delegado.

O delegado disse, ainda, que Conrado voltará a Londrina (PR), onde mora com a família, mas que isso não atrapalhará as investigações.

Pneus dianteiros do ônibus da dupla explodiram no acidente — Foto: Divulgação

O laudo pericial do Instituto de Criminalística (IC) revelou que dois pneus do ônibus da dupla sertaneja Conrado e Aleksandro apresentam sinais de explosão. Com base no documento, o perito Carlos Eduardo Penazzi Filho, responsável por avaliar a estrutura e condição dos pneus, ressaltou que a análise se deu principalmente pela avaliação dos aços e arames que dão estrutura ao pneu.

Como eles estavam dobrados de fora para dentro, surgiu a possibilidade de ter ocorrido algum impacto contra obstáculo na via. Apesar de afirmar não ter como precisar quando o estouro do pneu aconteceu, o perito indicou que “a ausência de oxidação nos arames sugere (apenas sugere) danos mais recentes”, conforme citado no documento.

Imagens de câmeras de segurança da rodovia mostram ônibus da dupla quilômetros antes do acidente — Foto: Reprodução/TV Tribuna

A Polícia Civil analisa imagens do ônibus da dupla sertaneja Conrado e Aleksandro, na Rodovia Regis Bittencourt, quilômetros antes do local onde tombou, na altura de Miracatu. Os conteúdos foram cedidos pela Arteris, concessionária que administra o trecho.

No total, 13 testemunhas prestaram depoimento à Polícia Civil sobre o acidente. Entre elas, o homem que filmou o ônibus da dupla momentos antes do acidente, que prefere não se identificar.

O que se sabe sobre o acidente que matou o sertanejo Aleksandro e outras cinco pessoas

O que se sabe sobre o acidente que matou o sertanejo Aleksandro e outras cinco pessoas

O acidente aconteceu no último dia 7 de maio, por volta das 10h30, no km 402,2 da Rodovia Regis Bittencourt, na altura de Miracatu, no interior de São Paulo.

O ônibus vinha de Tijucas do Sul (PR) e tinha como destino a cidade de São Pedro (SP). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alega que 19 pessoas estavam listadas entre os passageiros.

Acidente com ônibus da dupla Conrado & Aleksandro no interior de SP causa mortes — Foto: Arte/g1

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar