PM liberta chaveiro sequestrado após ouvi-lo rezar em cativeiro no litoral de SP | Santos e Região

Um chaveiro de 53 anos foi libertado de um cativeiro em Guarujá, no litoral de São Paulo, após equipes da Polícia Militar o ouvirem rezando durante as buscas. Segundo informado ao g1 nesta quarta-feira (13), ele foi sequestrado após ser chamado para fazer um serviço em uma residência da cidade. Os criminosos conseguiram fugir.

O resgate ocorreu após a Força Tática da PM receber a denúncia de que um homem havia sido sequestrado e levado para o bairro Sítio Conceiçãozinha. Os policiais seguiram para a comunidade, onde passaram por becos e vielas em busca da vítima. Em determinado momento, as equipes se depararam com suspeitos, que fugiram ao perceberem a presença da PM no local.

Ainda em busca dos criminosos e, também, do homem sequestrado, os policiais seguiram pelos becos e conseguiram ouvir alguém fazendo uma oração em voz alta, dentro de um dos barracos. Ao entrarem no imóvel, localizaram o homem. De acordo com a Polícia Civil, ele contou que é chaveiro, e que recebeu um chamado para abrir uma porta na Rua Bartolomeu de Gusmão, no bairro Cunhambebe.

Quando chegou ao local, foi abordado por quatro criminosos. Ele diz que tentou resistir, mas foi arrastado até uma pequena embarcação. Os bandidos navegaram por aproximadamente 15 minutos, até que chegaram à comunidade e o levaram para o barraco. Ainda conforme o relato da vítima, dentro da residência, havia cerca de 20 pessoas, todas armadas.

Homem foi localizado após a PM receber uma denúncia — Foto: Divulgação/Polícia Militar

O chaveiro afirmou às autoridades que os suspeitos lhe acusaram de ser informante da Polícia Civil, e que ele seria julgado pelos líderes do crime organizado naquele local. No entanto, pouco depois, o bando fugiu, e a PM conseguiu encontrá-lo. No imóvel, havia centenas de porções de drogas, como maconha, cocaína, crack e lança-perfume.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, enquanto a PM resgatava o chaveiro, outra equipe foi acionada à Rua Bartolomeu de Gusmão, pois havia um carro estacionado com homens em atitude suspeita. Ao seguirem para o local, os policiais encontraram o veículo, que era do chaveiro sequestrado, e havia um homem dentro.

Ao ser abordado pela equipe, ele afirmou que entrou no automóvel porque o mesmo estava com as portas abertas, consumiu cocaína e adormeceu após se drogar. Ele foi encaminhado para a Delegacia Sede de Guarujá, junto à vítima, que não o reconheceu como um dos participantes. O homem foi ouvido e liberado, mas será investigado para saber se tem participação no sequestro. O veículo foi devolvido ao chaveiro.

Drogas estavam dentro do barraco onde vítima foi localizada — Foto: Divulgação/Polícia Militar

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar