Pessoas com sequelas da Covid-19 podem receber atendimento psicológico e fisioterapia em Santos | Mais Saúde

Os moradores de Santos, no litoral de São Paulo, que ficaram com sequelas após internação pela Covid-19, sejam respiratórias, musculares ou emocionais, contam com atendimento médico especializado com fisioterapia e psicólogo.

A Seção de Recuperação e Fisioterapia da Zona da Orla/Intermediária (Serfis), localizada na Avenida Conselheiro Nébias, 267, no bairro Vila Mathias, disponibiliza além de médicos especialistas, equipamentos necessários para as terapias.

De acordo com a Prefeitura de Santos, a unidade de saúde possui uma infraestrutura que possibilita o atendimento e a recuperação dos pacientes e uma equipe dedicada aos casos de sequelas e sintomas tardios de Covid-19. A equipe médica é composta por dois psicólogos, duas enfermeiras, dois terapeutas ocupacionais, três fisioterapeutas, duas assistentes sociais e um médico vascular.

Pessoas com sequelas da Covid-19 em Santos podem tratar os traumas em atendimento especializado — Foto: Divulgação/PMS

Ainda segundo a administração municipal, a Serfis foi capacitada para atender pacientes com sequelas de internação por conta do coronavírus, tanto respiratórias, musculares ou emocionais. O local contabiliza mais de mil atendimentos desde maio de 2021.

O tratamento de fisioterapia é oferecido às pessoas que tiveram sintomas tardios ou sequelas causadas pela doença.

Fisioterapia e sessões com psicólogo fazem parte dos atendimentos às pessoas com sequelas da Covid-19 em Santos — Foto: Divulgação/PMS

Por conta de traumas psicológicos causados pela doença, os pacientes também recebem acompanhamento com um psicólogo, que organiza grupos para os pacientes compartilharem experiências, traumas e medos. Os atendimentos são divididos em grupos de cinco pessoas que se encontram uma vez na semana e duram cerca de dez semanas.

O objetivo é recuperar a confiança dos pacientes, para que eles lidem com os traumas de sofrimento pela perda de algum parente, ou por terem passado pelo risco de morrer. Para receber as terapias, o paciente precisa ser encaminhado pela rede municipal de saúde.

Para receber os atendimentos com o profissionais, as pessoas devem ser encaminhadas pelas unidades de saúde de Santos — Foto: Divulgação/PMS

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar