Peruíbe e Mongaguá voltam com a obrigatoriedade do uso de máscaras dentro de escolas | Mais Saúde

As prefeituras de Peruíbe e Mongaguá, no litoral de São Paulo, voltam com o uso obrigatório de máscaras dentro das escolas a partir desta quarta-feira (1º).

A Prefeitura de Peruíbe divulgou a decisão na segunda-feira (3) e afirma que a medida ocorre devido a alta de casos do novo coronavírus. A obrigatoriedade das máscaras se estende para todos as unidades escolares públicas e privadas. Os servidores municipais de todos os prédios públicos em geral também devem seguir a regra.

Segundo a administração municipal, a medida também é recomendada para espaços fechados e será publicada em decreto municipal na próxima edição do Boletim Oficial do Município (BOM). Inicialmente a determinação valerá durante um mês, até o próximo dia 30 de junho.

Ainda de acordo com prefeitura, a cidade apresenta um índice de positividade para a Covid-19 que atingiu mais de 25% em relação aos sintomáticos respiratórios neste final de semana. A Secretaria de Saúde Municipal informou que, neste momento, apenas dois moradores estão internados por sintomas da Covid-19. A administração municipal reforça a importância da dose de reforço para que as taxas de ocupação de leitos sigam baixas entre os residentes do município.

A Prefeitura de Mongaguá, por sua vez, publicou um decreto nesta terça-feira (31) informando que a obrigatoriedade do uso de máscaras em escolas públicas, estaduais e privadas retorna a partir desta quarta-feira. Após análises das diretorias de Saúde, Educação e demais áreas que integram o Gabinete de Combate à Covid-19, foi decidido que a medida seria necessária.

Segundo a prefeitura, é necessário assegurar condições que favoreçam a realização de atividades escolares presenciais a alunos, professores e demais servidores. “A administração municipal enfatiza que segue recomendando o uso de máscara de proteção facial em todos os ambientes fechados, sejam eles públicos ou privados”, afirmou por meio de nota.

A Diretoria de Saúde e da Vigilância Epidemiológica emite boletim de faltosos da vacinação contra Covid-19 e a última divulgação, desta segunda-feira (30), mostra que das 56.141 pessoas vacinadas com a primeira dose, 6.104 não retornaram para tomar a segunda dose. E das 34.631 pessoas que tomaram a segunda dose, 16.634 não retornaram para tomar as doses de reforço (3ª e 4ª).

O município continua com os atendimentos no Posto Avançado de Vacinação, no Clube Itapoan, localizado na Av. Marina, 65. De segunda e terça, os interessados devem procurar o local das 08h30 às 11h30 e das 13h às 15h30, já de quarta e quinta, das 14h às 17h e das 18h às 20h.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar