Pedido de impeachment contra prefeita em exercício em Guarujá é rejeitado pela Câmara | Santos e Região

O pedido de impeachment contra a prefeita em exercício em Guarujá, no litoral de São Paulo, Adriana Machado [PSD], foi rejeitado pela Câmara de Vereadores nesta terça-feira (3). Na sessão virtual, apenas cinco dos 17 vereadores da cidade foram favoráveis ao pedido, que foi arquivado.

Adriana está no comando do Poder Executivo de Guarujá desde 29 de março, quando o prefeito foi afastado pela segunda vez – a primeira foi em 16 de setembro de 2021, quando chegou a ser detido, por suspeita de envolvimento em esquema de desvio de dinheiro na rede pública de saúde.

A denúncia contra Adriana foi lida pelo 1° Secretário da Câmara, o vereador Raphael Vitiello [PSD], durante a 13° Sessão Ordinária, que foi transmitida virtualmente nas redes sociais. A sessão terminou com cinco votos favoráveis ao pedido e 11 contra.

Também nesta terça-feira (3), o prefeito afastado de Guarujá, Válter Suman, esteve no Fórum Federal de Santos para colocar a tornozeleira eletrônica, conforme determinação da Justiça. A esposa dele, Edna Suman, também teve o dispositivo preso à perna.

O casal é investigado pela segunda fase da Operação Nácar, ação integrada com a Controladoria-Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU).

Prefeito do Guarujá e a esposa comparecem ao Fórum Federal para colocar tornozeleira eletrônica — Foto: Luciana Moledas/g1 Santos

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar