Pastor é condenado a 27 anos de prisão por matar adolescente em SP e pai da vítima desabafa: ‘não vai fazer isso com mais ninguém’ | Santos e Região

O pastor Alex Pereira dos Santos foi condenado a 27 anos de reclusão em regime fechado por matar a jovem Aguida Fernandes Freitas, de 14 anos. A decisão foi tomada via júri popular nesta sexta-feira (3), na Câmara Municipal de Pariquera-Açú, no interior de São Paulo. O crime ocorreu em maio de 2021, na mesma cidade.

Conforme apurado pela TV Tribuna, emissora afiliada à Rede Globo, o pastor ficará detido Penitenciária de Registro, também no interior de São Paulo, por um período ainda não determinado. Depois, ele será conduzido para a capital paulista.

Ainda segundo a emissora, após a decisão, o pai da vítima, Luiz Antônio Rodrigues de Freitas, revelou o sentimento da família. “Me sinto aliviado. [A sentença] não vai trazê-la de volta, mas pelo menos ele pegou a pena máxima e não vai fazer isso com mais ninguém”.

Aguida Fernandes Freitas, de 14 anos, estava desaparecida e foi encontrada morta no dia 13 de maio de 2021. Como a menina nunca havia desaparecido anteriormente, o pai a procurou por bairros da cidade, mas ninguém soube informar seu paradeiro.

No dia seguinte, registrou o desaparecimento da filha na delegacia. Uma amiga da adolescente relatou ao pai da menina que a viu com um rapaz próximo de onde a vítima morava.

A polícia foi até a residência indicada, que estava vazia. Equipes da polícia realizaram buscas e o corpo da jovem foi encontrado em um terreno ao lado do imóvel. Ela apresentava um hematoma no pescoço e uma lesão na boca.

Os policiais descobriram que o homem citado pelas testemunhas é um pastor que havia alugado a casa recentemente, para onde iria se mudar com a família. O delegado Fábio Maia, responsável pelo caso, informou que, desde quando o corpo foi localizado, o suspeito abandonou a família e desapareceu.

O pastor foi localizado e preso pela Polícia Militar (PM) no norte de Minas Gerais, após uma troca de informações com a Polícia Civil de Pariquera-Açu. Segundo a PM, o foragido estava escondido na casa de um tio no Povoado de Porto Agrário, em Juvenília.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar