Passageiros de cruzeiro cancelado por surto de Covid relatam briga por comida após horas de espera; VÍDEO | Porto Mar

Cerca de dois mil passageiros aguardavam pelo embarque do cruzeiro MSC Splendida, que tinha previsão para sair do Porto de Santos na noite deste domingo (2), mas teve a viagem suspensa após um comunicado aos passageiros. Durante as sete horas de espera, os passageiros relatam tumultos, pouca informação e até confusão por comida que estava sendo servida pela companhia. Um vídeo obtido pelo g1 nesta segunda-feira (3) mostra uma multidão aglomerada tentando pegar um pedaço da pizza que passou a ser distribuída para pessoas que estavam sem se alimentar.

Apesar do anúncio aos passageiros ter sido feito apenas durante a noite, a Anvisa informou que a embarcação já havia sido notifica no sábado (1º) sobre o impedimento de embarque. O MSC Splendida já havia tido sua operação interrompida no último dia 30, com passageiros isolados em suas cabines.

De acordo com a Anvisa, as investigações conduzidas nos últimos dias demonstram que o vírus Sars-Cov-2 se espalha facilmente entre pessoas próximas a bordo de navios e a chance de contrair Covid-19 nos cruzeiros é alta.

Vídeos mostram confusão por pedaço de pizza em sala de embarque de passageiros de cruzeiro — Foto: Reprodução

O g1 conversou com passageiros que estavam no Terminal Marítimo de Passageiros da cidade (Concais) desde a manhã, aguardando pela autorização do embarque. Um dos passageiros ouvidos é o engenheiro civil Victor Costa, de 38 anos, que estava com a esposa e duas filhas pequenas.

A família viajou de Cabreúva (SP) até Santos. “Saímos de casa às 3h e chegamos às 10h30 naquela sala de espera para o embarque. Dentro do possível, estava bem organizado”, avaliou. No entanto, as horas foram passando e nenhuma informação chegava aos passageiros.

Milhares de passageiros aguardaram durante todo o domingo para saber se poderiam embarcar em navio — Foto: Matheus Tagé/Jornal A Tribuna

“Acabou a comida em todas as lojas de conveniência, não tinha mais nada. Começaram a servir lanches, mas muito pouco. Foi uma espera eterna”, comentou o engenheiro, que ficou cerca de oito horas no terminal.

Ele foi o autor do vídeo que mostra uma distribuição de pizzas entre as pessoas que aguardavam no terminal. Nas imagens, é possível ver que uma aglomeração tenta chegar aos funcionários para pegar o alimento (veja vídeo no início da matéria). Uma pessoa grita: “Que humilhação!”, para a aglomeração.

Victor afirma que não pretende remarcar o cruzeiro e quer reembolso. “De maneira nenhuma pretendo remarcar, não sabemos como vai ser. Sabíamos que tinha tido casos, mas achamos que já estava tudo regularizado”, diz.

Milhares de passageiros aguardaram durante todo o domingo para saber se poderiam embarcar em navio — Foto: Matheus Tagé/Jornal A Tribuna

Danielle Lima da Silva, 29 anos, veio de Jundiaí (SP) com um grupo de seis pessoas, que chegou ao terminal às 12h. Segundo ela, a organização com os exames para Covid-19 e despacho das malas não seguiu na sala de espera. “Depois disso, ninguém sabia de mais nada”, reclamou.

Por volta de 14h, a passageira diz que todos foram informados que o embarque iria atrasar pois a MSC ainda não tinha a liberação da Anvisa. “Tinha muita gente sentada no chão, bebês deitados no caminho. As comidas da lanchonete acabaram por volta de 17h30”, contou.

“As pessoas começaram a ficar nervosas, vários princípios de tumulto. Muita gente implorando por um pedaço de pizza”, disse a passageira.

Suspensão após horas de espera

O embarque dos passageiros que iriam fazer o cruzeiro do MSC Splendida foi suspenso no início da noite deste domingo (2) e o navio seguirá para quarentena. O anúncio foi feito após mais de sete horas de espera dos passageiros na área de embarque. Todos já tinham passado por exames PCR-RT e, inclusive, despachado a bagagem.

Milhares de passageiros aguardaram durante todo o domingo para saber se poderiam embarcar em navio — Foto: Matheus Tagé/Jornal A Tribuna

Até cerca e 17h, de 2.073 testados para a Covid-19, 25 passageiros tiveram resultado positivo para a doença e foram obrigados a deixar o terminal assim que receberam os exames. O número representava 1,15% do total.

O MSC Splendida já havia tido sua operação interrompida no último dia 30, com passageiros isolados em suas cabines. A retomada de sua operação, que estava prevista para esse domingo, dependia de nova avaliação pela Anvisa, que não autorizou a embarcação a seguir nova viagem.

Viagem interrompida: embarques em navio atracado em Santos estão suspensos

Viagem interrompida: embarques em navio atracado em Santos estão suspensos

Apesar do navio ter mantido a programação de seguir viagem, a Anvisa já havia recomendado ao Ministério da Saúde, na última sexta-feira (31), a suspensão provisória da temporada de navios de cruzeiro, até que sejam debatidas as questões que envolvem uma eventual retomada das operações. E, neste domingo (2), voltou a reiterar a importância da medida.

Até o momento, o Ministério da Saúde informou apenas que avaliará as medidas cabíveis em conjunto com os ministérios relacionados ao tema.

Por meio de nota, a MSC Cruzeiros contradiz a Anvisa, e afirma que a companhia recebeu a informação das autoridades de que o MSC Splendida não foi autorizado a realizar o embarque dos hóspedes no fim da tarde de domingo.

A empresa afirma também que lamenta a situação e oferece aos hóspedes as opções de uma carta de crédito no valor do cruzeiro original, que pode ser resgatada em qualquer cruzeiro futuro até o dia 31 de dezembro de 2022 e, adicionalmente, um crédito a bordo de 200 USD/EUR por cabine para o próximo cruzeiro, ou o reembolso total dos valores pagos pelo cruzeiro.

A MSC informou que também será realizado o reembolso dos pacotes pré-pagos (bebidas, excursões, etc.) e que dará suporte aos hóspedes, incluindo apoio logístico, para que retornem para as suas casas. E, por fim, afirma que seguiu rígidos protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.

Anvisa reforça urgência de interrupção da temporada

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um comunicado contraindicando o embarque de passageiros que possuem viagens programadas em navios de cruzeiro para os próximos dias, após os surtos a bordo das embarcações que operam no país. A agência reguladora também reforçou a urgência da imediata interrupção da temporada de navios de cruzeiro no Brasil.

A recomendação da Anvisa, segundo emitido em comunicado, leva em consideração a mudança rápida no cenário epidemiológico, o risco de prejuízos à saúde dos passageiros e a imprevisibilidade das operações neste momento.

A orientação feita pela agência reguladora acontece após pelo menos três navios de cruzeiro registrarem casos de Covid-19 a bordo nos últimos dias. No Rio de Janeiro (RJ), o MSC Preziosa atracou na manhã deste domingo (2) com 28 casos de Covid-19 a bordo.

O Costa Diadema teve as atividades interrompidas pela Anvisa no dia 30 de dezembro, quando a embarcação estava ancorada no porto de Salvador. O navio foi liberado no dia seguinte para voltar ao Porto de Santos para o desembarque dos passageiros, mas permaneceu com atividades suspensas.

VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar