Pai e filho são detidos por desmatar área de preservação ambiental em Praia Grande | Santos e Região

Um homem de 54 anos e o filho dele, de 22, foram detidos na segunda-feira (18) pela Polícia Militar Ambiental em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Eles são suspeitos de desmatar e construir imóveis em áreas de preservação ambiental na cidade.

A área desmatada foi localizada pela polícia no final da Rua Monteiro de Castro, no bairro Ribeirópolis, no dia 14 de julho. Para realizar a limpeza da área, a prefeitura levou o maquinário na segunda-feira, com apoio da Guarda Ambiental.

Segundo a prefeitura, no local, o homem de 22 anos tentou atropelar os agentes de segurança, mas não conseguiu. Além disso, os envolvidos incitaram moradores da região a agredir e ameaçar os policiais enquanto o serviço era realizado.

Os indivíduos desmataram cerca de 324 m² de área de floresta preservada. Pai e filho foram levados para delegacia e vão responder por crime ambiental, por destruir floresta considerada de preservação permanente.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar