Pai de brasileira que teve biquínis confiscados no ‘Big Brother EUA’ está acostumado com peças da filha e diz: ‘são mais conservadores’ | Santos e Região

O pai da influenciadora digital Indy Santos, participante brasileira desta edição do Big Brother dos Estados Unidos, aponta a diferença cultural como motivo para a produção do programa ter confiscado os biquínis de baixo da filha. Segundo ele, o povo norte-americano é “mais conservador” no quesito vestimenta.

Ao g1, o comerciante Norvam Aparecido dos Santos, de 54 anos, revela que está acostumado com as peças mais “cavadas” da filha. “A cultura dos Estados Unidos é diferente. Eles são mais conservadores. Para nós, é normal. A Indiana é brasileira. Moramos em uma cidade praiana e vemos como as mulheres usam os biquínis“.

A mãe da influenciadora, a professora Jovanilda Rios da Silva, de 52 anos, acrescenta que a filha compra todas as peças no Brasil. “Todos os biquínis dela, pelo menos os que vi aqui [no país], são mais ‘cavados’, mas não fio-dental“.

À reportagem, a assessoria de imprensa de Indy Santos alega que a postura do programa foi “um pouco conservadora demais”.

Em nota, o grupo representante diz que está ciente que a “TV americana tem hábito de mostrar mulheres vestindo peças maiores, mas, nos dias de hoje, cada pessoa pode escolher a roupa que deseja usar”.

A participante do reality show se deparou com a situação quando decidiu estrear a piscina da casa. Indy Santos procurou pelos biquínis em sua mala, mas não os encontrou.

“Estou tão triste”, disse ela, em inglês, na sequência. A solução foi entrar na piscina usando um ‘body’, peça semelhante a um maiô.

Indy Santos entrou na piscina do ‘Big Brother USA’ de ‘body’ após ter partes de baixo de biquínis confiscadas — Foto: Reprodução/CBS

‘Santista de nascimento e torcida’, descreveu a mãe sobre a filha que nasceu no Morro do Pacheco, no bairro do Valongo, em Santos, no litoral de São Paulo. Indy é jornalista, comissária e influenciadora digital.

A mãe contou que a filha chegou a trabalhar como jornalista no Brasil, mas, como a emissora teve corte de funcionários, ela foi demitida. “Ela ficou inconformada porque o sonho dela sempre foi ser famosa, ela queria ser atriz, queria ser paquita quando criança, sempre gostou de dançar, sempre foi essa pessoa alegre, generosa e espirituosa. Eu resumo minha filha nessas três palavras”.

Segundo Jovanilda, a filha deixou o Brasil aos 22 anos porque não conseguiu emprego e sempre que entregava currículo perguntavam se ela falava inglês fluente. “Aí ela não falava, então disse que iria embora. Resolveu tudo, sempre fazia tudo sem falar nada, quando estava tudo resolvido, compra de passagem, e ela falou que ia embora”.

Brasileira Indy Santos está no ‘Big Brother USA’ — Foto: Reprodução/Instagram

Em Los Angeles, Indy trabalhou como faxineira, garçonete e babá, além de trabalhar como freelancer em uma emissora de TV. “Ela queria investir na profissão dela, fez pós-graduação em jornalismo, já tem uma bagagem boa de jornalista”.

Após conquistar a cidadania americana no ano passado, Indy investiu o dinheiro que tinha em um curso de aeromoça e, agora, exerce a profissão em voos internos. “Acredito que ela vá falar bastante do Brasil porque a Indy nunca negou as origens dela, ela fez faculdade [aqui], escreveu um livro ‘Comunidade’ em que falou do Morro, então acho que ela vai levar muito essa questão da raiz dela”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar