Mulheres são presas suspeitas de participação em central de golpes eletrônicos em apartamento de luxo no litoral de SP | Santos e Região

Três mulheres foram presas suspeitas de envolvimento em uma organização criminosa envolvida em golpes eletrônicos na tarde da última quarta-feira (11). Segundo a Polícia Civil, elas atuavam em uma central clandestina localizada em um apartamento de luxo em Guarujá, no litoral de São Paulo.

Uma equipe policial da 1º Delegacia de Investigações Gerais da DEIC realizou investigações nos últimos meses após denúncias de diversas vítimas envolvendo clonagem de chips de celular e diversos outros golpes eletrônicos. Segundo a Polícia Civil, as investigações revelaram que as suspeitas eram responsáveis por uma central clandestina de golpes eletrônicos instalada em um apartamento de luxo no Guarujá.

Os policiais foram até o imóvel com um mandado de busca e apreensão. Ao adentrar no local onde funcionava a central, três mulheres, duas delas de 26 anos e uma de 31, foram flagradas com os objetos utilizados na execução de crimes de estelionato.

Foram apreendidos 37 celulares, nove notebooks, quatro máquinas de cartão de crédito, chips de celulares, 14 modems , vários aparelhos eletrônicos e anotações sobre a movimentação financeira dessa organização criminosa.

Trio é preso em flagrante acusado de participação em central de golpes eletrônicos em Guarujá, SP. — Foto: Divulgação/ Polícia Civil

De acordo com a Polícia Civil, algo que chamou a atenção foi que as anotações explicavam de forma detalhada como simular um atendimento bancário. Os investigadores suspeitam de que havia um treinamento para estabelecer o modo de enganar as vítimas e, assim, obterem dados pessoais e bancários das pessoas enganadas.

Uma das vítimas recebeu uma mensagem por meio do WhatsApp dizendo que era seu filho e que precisava urgentemente de uma transferência via PIX. O depósito realizado por ela foi de R$ 73,3 mil. Outras vítimas do trio já foram identificadas e ouvidas em inquérito policial, que investiga esses crimes.

O material apreendido foi encaminhado à perícia criminal para elaboração dos laudos técnicos. Após o registro da ocorrência de prisão em flagrante, o trio foi conduzido ao sistema penitenciário.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar