Mulher com tumor gigante confundida com grávida consegue marcar cirurgia de remoção: ‘Felicidade grande’ | Santos e Região

A mulher de 38 anos diagnosticada com um tumor teratoma, que fez sua barriga crescer ao ponto de ela ser constantemente confundida com gestante, conseguiu marcar uma cirurgia de remoção para a próxima terça-feira (26). A informação foi confirmada ao g1 pela Secretaria de Saúde (Sesau) de São Vicente, no litoral de São Paulo. Apesar de alegar que ainda não foi comunicada oficialmente sobre o procedimento, o que é rebatido pela prefeitura, a paciente diz estar aliviada e contente com a notícia.

Elza Mar Fidalgo de Jesus está com um tumor de 25 centímetros, que além de dar a aparência de grávida, provoca muita dor. A paciente busca uma cirurgia de remoção desde quando recebeu o diagnóstico da doença, em agosto. No mesmo mês, o procedimento foi marcado para o dia 14, mas acabou cancelado.

Elza sofre com dores intensas diariamente devido ao tumor — Foto: Arquivo Pessoal

Sobre o cancelamento, a Sesau informou que o cirurgião que iria realizar o procedimento contraiu Covid-19 e, em seguida, entrou com pedido de licença paternidade.

O marido de Elza, Ricardo Sergio da Silva Souza, de 39 anos, reitera que o procedimento é necessário para sanar as dores da esposa, mas que eles precisam de mais informações. Segundo ele, o casal vai cotidianamente ao Hospital Municipal de São Vicente, e a esposa realizou exames na última segunda-feira (18), mas a data da cirurgia ainda estava indefinida.

Ricardo ainda comenta que, nesta quarta-feira (20), ligou para o hospital, e lhe foi informado que, quando o procedimento fosse agendado, entrariam em contato. Porém, só soube da data por meio da equipe do g1. Apesar disso, ele afirma estar feliz com a notícia. “Minha felicidade é tão grande que, se pudesse, comprava fogos para soltar na rua”, diz, reforçando que ainda está preocupado com os próximos passos, como o pré-operatório, já que a data marcada está próxima.

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Sesau, informou que, na segunda-feira à noite, a paciente esteve no Hospital Municipal, realizou exames e passou por avaliação pré-anestésica. Com a liberação do anestesista, a paciente foi orientada a voltar à unidade na próxima segunda-feira (25), para conversar com o cirurgião. A pasta ressalta que a paciente foi orientanda de todos o procedimentos.

O médico oncologista André Perdicaris explicou ao g1 que o tumor teratoma, sob o ponto de vista histológico, é benigno, mas clinicamente é algo maligno, porque interfere nos órgãos internos da paciente.

“O tumor teratoma é desenvolvido a partir de células embriológicas. Portanto, cria tecidos que seriam utilizados na formação de um embrião. Por isso, é comum crescer cabelo, olhos e dentes nesse tipo de tumor”, explica Perdicaris.

Elza de Jesus em uma das idas a hospitais para receber medicamento contra dor — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar