Mulher com 235 kg luta por cirurgia bariátrica em Santos, SP; ‘era ativa, agora só fico na cama’ | Mais Saúde

Cristiane Oliveira Nery , de 47 anos, luta para conseguir uma cirurgia bariátrica após atingir 235 quilos. Ela é moradora de Santos, litoral de São Paulo e começou a ganhar peso após a gravidez da quarta filha, há 23 anos. “Eu não sei porque do aumento descontrolado do meu peso, eu não comia muito”, comenta ela.

A obesidade, segundo Cristiane, é um problema que ela nunca sofreu. “Eu era uma mulher ativa, cozinhava e trabalhava fazendo limpeza. Isso aconteceu há pouco tempo, mas para mim parece que faz uma eternidade”.

Ela contou ao g1 que as complicações de saúde começaram há seis anos. Cristiane atingiu 170 quilos e as crises de ansiedade apareceram com frequência. “Eu me sentia mal com tudo. Tinha crise e não sabia o que fazer para controlar”, disse ela.

Em paralelo ao aumento do peso, ela foi diagnosticada com um mioma no útero, o que causou anemia. A mulher conta que outros problemas foram aparecendo, como diabetes, colesterol e falta de ar. “Tudo foi piorando e o peso foi subindo cada vez mais, sem controle e sem eu entender os motivos. Cheguei aos 220 kg”, afirma Cristiane.

Aos 47 anos, a moradora de Santos tem 1.69 metros e atualmente está com 235 quilos. “Não tenho mais como viver assim. Não consigo ser feliz com a minha família. Tenho vergonha e minha saúde está em risco”.

Há um ano, Cristiane foi atendida na Unidade da Saúde da Família. Segundo ela, a médica endocrinologista pediu exames para orientação sobre cirurgia bariátrica. Porém, após isso, a mulher teve erisipela [infecção da pele, causada por uma bactéria e que pode ocorrer em pessoas diabéticos, obesos e nos portadores de deficiência da circulação].

Cristiane ficou acamada e não conseguiu retornar ao atendimento e nem realizar os exames. “Eu fico o dia todo sentada. Para eu ir de um lugar ao outro da casa, meu marido pega uma cadeira e em poucos passos eu sento, descanso e continuo. Não tenho mais vida”, disse.

Ela conseguiu agendar consulta para setembro na Unidade da Família da Martins Fontes. Ela espera que seja liberada para o encaminhamento da cirurgia. “Minha expectativa é conseguir o direcionamento que eu preciso. As etapas ainda são muitas, mas sei que vou conseguir vencer todas até minha cirurgia. Quero minha vida de volta”, finaliza ela.

Segundo o endocrinologista Paulo Maccagnan, a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO) determina alguns critérios para fazer a cirurgia bariátrica, entre eles: Índice de Massa Corporal (IMC); tempo de evolução da doença obesidade e a presença ou não de comorbidades. “A combinação desses fatores é que vai determinar se o paciente é ou não candidato ao tratamento cirúrgico”, explica o médico.

O médico diz que o aumento excessivo de peso deve ser sempre investigado antes da cirurgia bariátrica ser indicada. “O endocrinologista ou o nutrólogo são os mais capacitados para investigar e tomar uma conduta. E a nutricionista no apoio da orientação dietética e também no acompanhamento”, comenta.

Cristiane precisa de cirurgia bariátrica em Santos — Foto: Divulgação

Em nota, a Secretaria de Saúde de Santos informou que a paciente Cristiane Oliveira dos Santos Nery mantinha uma rotina de cuidados na Policlínica Martins Fontes, cuja última consulta ocorreu em 23/05/2022 – momento em que não se encontrava acamada.

A unidade, que funciona sob a estratégia de saúde da família, realiza visitas a pacientes acamados. Porém, até o momento, não havia chegado a informação até a Policlínica de que a paciente estava acamada – o que poderia ser feito pelo cuidador ou familiar.

Uma equipe da Policlínica fará a visita domiciliar da paciente para dar prosseguimento ao cuidado na Atenção Básica, tratamento da erisipela e a partir da avaliação clínica, realizar novos encaminhamentos às consultas especializadas com nutricionista e endocrinologistas, às quais ela não pode comparecer, e reinseri-la na lista de espera.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar