Motorista que viralizou com serviço de ‘flagras’ em motéis passa a transportar crianças após sofrer ameaças | Santos e Região

Segundo Elizandra Regina de Cândido, de 48 anos, a visibilidade com o serviço anterior abriu novas portas, principalmente no transporte de mulheres e crianças, que ficam mais confortáveis em contratar o serviço dela. “Não sou perua [de transporte escolar], mas faço transporte como motorista particular. Trabalho por semana”.


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar