Motorista que atropelou mãe e filha na faixa de pedestres estava com a CNH vencida, diz polícia



Acidente aconteceu na Avenida Castelo Branco, em Praia Grande. Mãe e filha são atropeladas na faixa de pedestre no litoral de SP
O homem que atropelou uma mulher de 37 anos e a filha dela, de apenas 6, quando atravessavam uma avenida pela faixa de pedestre em Praia Grande, no litoral de São Paulo, estava com a Carteira Nacional de Habilitação vencida. A informação foi confirmada pela Polícia Civil nesta quinta-feira (4). Imagens de câmeras de monitoramento obtidas pelo g1 registraram o momento exato em que um carro atingiu as duas (veja o vídeo acima).
O atropelamento aconteceu quando o comerciante André Capelle, a esposa dele, Meire do Nascimento, e a filha, Lavínia Capelle, estavam voltando da praia, por volta das 19h, na Avenida Presidente Castelo Branco.
“Elas estavam na faixa de pedestre e ele atingiu as duas. Elas foram arremessadas a mais de três metros de distância”, contou ele ao g1.
Segundo as autoridades, guardas civis municipais foram acionados para atender a ocorrência e, ao chegar no endereço indicado, encontraram a vítima, uma mulher de 37 anos, ferida. A mulher foi socorrida e levada ao Hospital Irmã Dulce, onde permanece sob cuidados médicos. Ela fraturou a bacia e não tem previsão de alta médica.
Homem que atropelou mãe e filha na faixa de pedestre, em Praia Grande, estava com CNH vencida
Arquivo Pessoal
Os agentes verificaram, pelas imagens de segurança, que as vítimas estavam atravessando na faixa de pedestres quando foram atingidas por um carro conduzido por um homem de 38 anos. Segundo a Polícia Civil, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do homem estava vencida e, por isso, o veículo foi apreendido e entregue posteriormente para uma pessoa da família.
O motorista permaneceu no local até a chegada do socorro às vítimas. Ele foi ouvido pelos policiais e liberado em seguida.
A Polícia Civil também informou que solicitou exames periciais ao Instituto de Criminalística e ao Instituto Médico Legal. O caso foi registrado como lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e a Polícia Civil segue nas investigações.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar