Meia tonelada de cocaína apreendida na Suíça saiu do Brasil pelo Porto de Santos em carga de café, afirma Polícia Federal | Porto Mar

A Receita Federal, por sua vez, aponta que a caixa metálica, que segue sob análise em Romont, fazia parte de um lote de sete contêineres carregados com sacos de grãos de café. Todos foram carregados no cais santista. O órgão, no entanto, informa que não tem como saber o momento em que a droga foi introduzida em meio aos sacos de café.

Segundo a Receita Federal, antes de chegar ao Porto de Santos, o contêiner passa por diversas outras regiões no interior do Brasil até chegar ao terminal de embarque.

Além disso, o órgão alega que o navio fez escala em outros portos estrangeiros antes de chegar ao destino – o g1 não foi informado se o entorpecente também foi localizado nos demais contêineres.

A carga foi recebida por trabalhadores da citada fábrica na segunda-feira (2). No mesmo dia, os profissionais identificaram um “pó branco” no carregamento e alertaram as autoridades. Após análise, a polícia confirmou que era cocaína e que tinha 80% de pureza.

Ao g1, a Nespresso afirma que todo o carregamento de café verde foi bloqueado e apreendido imediatamente pela polícia, que dá andamento a uma investigação para apurar os fatos.

A empresa esclarece, em nota, que tem tomando todas as providências necessárias sobre o caso. A substância em questão não entrou em contato com nenhum de seus produtos ou equipamentos de produção usados no processo de fabricação, de acordo com a companhia.

“A Nespresso assegura ainda que tem rigorosos controles de qualidade, desde o café verde que chega aos armazéns até o produto finalizado, garantindo a segurança total no consumo”, complementa.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar