Mãe de menino que pediu ajuda na web por falta de gás e comida recebe doações: ‘não tínhamos nem arroz para comer’ | Santos e Região

A família do menino de 12 anos, que pediu ajuda nas redes sociais ao ver que ele, os irmãos e a mãe estavam ficando sem gás e comida, recebeu doações. Ao g1, a mãe da criança, Andréia Helena da Silva, de 44 anos, contou neste sábado (21) que, por conta da repercussão do caso, ganhou mantimentos, roupas e dinheiro.

O menino chamado Bruno, filho de Andréia, usou as redes sociais para mostrar a situação da família. Ele enviou a uma página de Facebook um vídeo que mostra as chamas do fogão da casa dele, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, logo após a mãe utilizar álcool para acender o fogo e cozinhar para ele e os outros quatro irmãos. “Acabou o gás e a gente não tem muita comida”, ressaltou o menino nas mensagens.

Menino de 12 anos de Praia Grande, no litoral de SP, comove a web com pedido de ajuda após ficar sem gás de cozinha e com pouca comida. — Foto: Reprodução/ Mil Grau na Tela e Arquivo Pessoal

Segundo Andréia, Bruno pegou o celular do filho mais novo dela, que herdou do pai, e enviou as mensagens, sem ela saber. Ela diz que a situação começou a complicar em fevereiro, quando o pai das crianças e marido de Andréia morreu. Ele sustentava a casa, enquanto ela cuidava dos filhos. Por isso, ela foi procurar um trabalho e encontrou um emprego na área da reciclagem, onde recebe R$ 6,50 por dia, mas o dinheiro não é o suficiente para sustentar a família.

A situação da família foi divulgada no g1 nesta sexta-feira (21). Segundo Andréia Helena, desde então, a família passou a receber as doações.

As pessoas estão nos ajudando, mas não as conheço. Não tínhamos nem arroz para comer e, agora, temos. Agradecemos muito, e estamos mais felizes.

— Andréia Helena da Silva

Ela conta que a família ganhou roupas, comida e mantimentos no geral. “Recebemos até dinheiro por PIX. Estamos muito agradecidos”.

A gratidão da família é grande por toda ajuda que está recebendo, mas Andreia ainda enfrenta outro problema: um possível despejo da casa onde mora com os filhos, no Jardim Glória, em Praia Grande. Segundo ela, o proprietário do local vendeu o local e ela e os cinco filhos precisarão sair da residência.

Moramos de aluguel, mas o homem [inquilino] já veio nos despejar, pois não tenho condições de pagar”. Por isso, ela não esconde o maior sonho: ter uma casa própria para ela e para os filhos. “Esse é o nosso grande desejo“.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar