Jovem é morto a facadas por primo de ex-namorada após tentar forçá-la a ter relações sexuais no litoral de SP | Santos e Região

Um jovem de 19 anos foi morto a facadas durante uma briga em Guarujá, no litoral de São Paulo. Conforme apurado pelo g1, a confusão teria sido iniciada quando ele tentou ter relações sexuais a força com a ex-namorada. De acordo com a Polícia Civil, os familiares da mulher teriam esfaqueado o rapaz na tentativa de protegê-la. O caso foi registrado como homicídio na Delegacia de Polícia Sede da cidade, na manhã desta quarta-feira (11).

O desentendimento entre Kauan de Lima, o jovem esfaqueado, e os familiares de sua ex-namorada, Ester Silva, de 25 anos, começou no último domingo (8). A corporação acrescenta que os relatos apontam que o casal havia terminado o relacionamento há cerca de um mês, mas o rapaz ainda frequentava a casa da mulher aos finais de semana para visitar o filho de dois meses de idade.

Na última visita, porém, ele teria ficado “transtornado e tentou estupra-la”, segundo o texto registrado no boletim de ocorrência. A situação revoltou a família de Ester, que proibiu Lima de retornar à residência em questão. O tio da mulher relatou a tentativa de estupro, afirmando que o ex-namorado dela tentou “agarrá-la a força e manter relação sexual”.

Mesmo após a proibição de sua entrada por parte dos familiares da vítima, o jovem foi até a casa nesta quarta-feira (10). De acordo com a Polícia Civil, Ester não abriu o portão, pois estava com medo do ex-namorado, que, segundo ela, pediu para ver o filho e começou a fazer um escândalo do lado de fora, chegando até a chutar o portão da residência.

Na tentativa de fazê-lo parar de gritar, a mulher fez uma chamada de vídeo para a mãe dele. Porém, ao se aproximar do portão, o jovem a segurou pelo cabelo.

Jovem é morto a facadas após tentar forçar ex-namorada a ter relações sexuais, em SP — Foto: Plantão Guarujá

Ainda segundo os relatos à corporação, ao ver a cena, um tio de Ester, que não teve o nome divulgado, segurou o jovem. Na sequência, Evandro de Oliveira, um dos primos da mulher, se aproximou do suposto agressor. Quando os dois se afastaram, ela percebeu que o ex-namorado estava com a mão ensanguentada e com manchas de sangue pela camiseta.

A mulher tentou socorrer Lima, que teria sofrido uma facada no pescoço e outra em um dos braços. Conforme descrito pela polícia, quando ela tentou estancar o sangramento no pescoço do rapaz, percebeu que o corte era profundo.

Atendimento à ocorrência

A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender um caso de violência doméstica. Segundo um dos agentes, quando a equipe chegou ao local, Kauan de Lima estava caído no chão com uma perfuração no lado esquerdo do pescoço.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros também foram chamados para o atendimento da ocorrência. Os profissionais da área da saúde fizeram o procedimento para reanimar o jovem, mas o óbito foi confirmado no local.

A Polícia Civil aponta também que a equipe de homicídios e a perícia foram acionadas, e a ocorrência registrada na citada Delegacia de Polícia, que investiga o caso. O corpo de Kauan de Lima foi enviado ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar o exame necroscópico e determinar a causa da morte.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar