Idoso que viralizou ao se jogar sobre simulador é ‘vovô aventureiro’ e até quebrou perna em voo de paraglider | Santos e Região

O idoso que viralizou na internet ao cair sobre uma atração de realidade virtual tem um histórico de aventuras e acidentes também fora das telas. Na juventude, o “vovô aventureiro” saltava de paraquedas, viajava de bicicleta e até voava de paraglider. O vídeo da queda em um shopping de Santos, no litoral de São Paulo, foi compartilhado por milhares de internautas nas redes sociais.

“Não sou um grande atleta, sou um aventureiro que se mete no meio dos atletas. Sempre gostei de me exercitar, e procuro estar entre eles [atletas]”, afirmou o aposentado Roberto Mariano, de 70 anos. Ao g1, ele relembrou das empreitadas esportivas com carinho, embora tenha reconhecido ter vivido momentos perigosos.

‘Vovô aventureiro’ saltava de paraquedas, voava de paraglider e viajava por centenas de quilômetros de bicicleta — Foto: Arquivo Pessoal

Em 1999, Mariano quebrou a perna ao bater contra uma pedra durante um voo de paraglider e precisou ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

“Um dia me deu vontade de voar. Subi no morro do Itararé, em São Vicente, mas não tinha vento. Me lancei no espaço, só que não segurei no comando. Fui na direção à rocha. Coloquei o pé no meio de uma forquilha [formato da pedra] e quebrei feio, além de cair de uma boa altura”, lembra.

A filha dele, a bailarina e empresária Mahira Shams, acrescenta que o pai teve uma fratura exposta e caiu de aproximadamente 30 metros no barranco do morro. “Foi direto para a Santa Casa de Santos fazer cirurgia. Fiquei bem nervosa, pois fui eu quem o socorreu [após a ação dos bombeiros]”.

Ele também é velejador, capoeirista, escoteiro e toca violão. Após o acidente, ele ficou um ano na cadeira de roda e já voltou a aprontar. Ele dá trabalho, acha que é adolescente, temos que controlar

— Mahira Shams, filha de Roberto Mariano, o ‘vovô aventureiro’

Vinte anos depois, outro acidente durante a prática esportiva. “Comecei a fazer natação, me joguei na piscina segurando a barra de ferro e arrebentei o braço”, relembra o idoso.

“Sem medo, você é paraquedista”

A frase do neto registrada no vídeo da queda no shopping é, de fato, verdadeira. Quando tinha 17 anos, Mariano já tinha um passatempo radical.

“Eu, meu pai e meus primos saltávamos de um avião até o Campo da Aviação, em Praia Grande. Foi uma época maravilhosa. Era uma aventura tremenda”, complementou.

Roberto Mariano (à esquerda) saltava de paraquedas em Praia Grande, SP — Foto: Arquivo Pessoal

Na década de 90, Mariano tinha como programação de férias as viagens de bicicleta. O homem pedalava por centenas de quilômetros no trajeto entre Santos e cidades como Juquehy, São José dos Campos e Campos do Jordão.

“Quando entrava de férias. A minha mulher até brigava comigo, mas eu saía andando, colocava a mochila nas costas e ia pedalar”, brinca.

Roberto Mariano viajava por centenas de quilômetros de bicicleta durante as férias na década de 90 — Foto: Arquivo Pessoal

Roberto Mariano, de 70 anos, caiu sobre a atração de realidade virtual no Praiamar Shopping, localizado em Santos, no litoral de São Paulo, na última quinta-feira (14), por volta das 20h.

Na ocasião, o idoso aceitou participar da brincadeira ao lado da família. Ele, então, colocou os óculos VR (de realidade virtual) e, incentivado pelo neto, pulou de uma tábua virtual localizada no topo de um prédio, que foi criado pela tecnologia descrita acima. O desfecho dessa história é o avô e a televisão no chão.

Idoso cai de cara na tela de simulado em shopping — Foto: Reprodução

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar