Idosa de 61 anos é encontrada morta e carbonizada numa vala em terreno baldio no interior de SP | Santos e Região

Uma idosa de 61 anos foi encontrada morta em uma vala num terreno baldio, no bairro Balneário Meu Recanto, em Ilha Comprida, no interior de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, parte do corpo de Solange de Fátima Martins estava carbonizada.

No Boletim de Ocorrência (BO) consta que a polícia militar foi acionada às 23h de sábado (20), assim que o corpo foi encontrado na Rua Beethoven. De acordo com o documento, a grama ao redor do buraco onde Solange foi deixada estava queimada, assim como a vítima, do quadril para cima.

O marido dela, também de 61 anos, aparentava estar em choque. Questionado pelos policiais, disse que não via a esposa desde às 17h daquele dia. O homem contou tê-la procurado, mas, sem encontrá-la foi ao pronto-socorro, onde foi orientado a registrar o desaparecimento na delegacia.

Aos policiais disse que ao voltar para casa encontrou com populares que o informaram sobre uma mulher que estaria caída ao lado da casa dele. Ele contou ter ido ao local indicado e reconhecido a vítima, a esposa.

Ele foi encaminhado à delegacia após ser medicado no pronto-socorro. De acordo com o BO, foram requisitados exames ao Instituto de Criminalística (IC) e Instituto Médico Legal (IML).

A Polícia Civil verificou imagens de câmera de monitoramento, que não apresentou elementos firmes e fundados que levassem a uma conclusão da autoria do crime. O caso foi registrado como morte suspeita de encontro de cadáver na Delegacia de Ilha Comprida, que investiga a morte.

Solange de Fátima Martins, de 61 anos, foi encontrada dentro de uma vala no terreno ao lado de onde mora, em Ilha Comprida, SP — Foto: Reprodução/Redes Sociais

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar