Homens são autuados em mais de R$ 1 mi por extração de palmito e maus-tratos de animais em Miracatu, SP | Santos e Região

Um homem foi preso e, junto a outros dois homens, multado em mais de R$ 1 milhão, por suspeita de realizar a extração ilegal de palmito Juçara, praticar abuso e maus-tratos contra animais domésticos e ser flagrado com uma arma de fogo em uma Área de Proteção Ambiental em Miracatu, no interior de São Paulo. Conforme divulgado pela Polícia Militar Ambiental (PMA) nesta quarta-feira (6), eles utilizavam éguas para transportarem a carga de palmito.

Segundo a PMA, agentes da 2ª Companhia se dirigiram à Serra da Magnólia, no bairro Engenho, após receberem uma denúncia anônima sobre atividade de caça e posse de armas de fogo. Os policiais encontraram uma propriedade e um homem, que declarou não existirem irregularidades no local.

Porém, durante a vistoria, foram encontrados diversos cartuchos, pólvora, chumbo e outros objetos utilizados em armas de fogo, escondidos em um fundo falso embaixo de uma pia. Devido ao crime de posse de arma de fogo e munições, o homem foi preso em flagrante.

Homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo, em Miracatu, SP — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Enquanto saíam do local, os policiais localizaram dois homens, dois adolescentes e três mulas transportando palmitos da espécie Juçara. Os animais foram submetidos a carregarem excesso de peso por um longo período, e demonstravam fadiga, cansaço físico, falta de alimentação e ferimentos no dorso, decorrentes do transporte da carga.

Os agentes verificaram que os dois homens possuem antecedentes criminais, um por roubo e outro por sequestro e cárcere privado, sendo que um deles portava dois cartuchos de arma de fogo. Já os adolescentes, de 17 e 16 anos, eram parentes dos criminosos. Todos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Miracatu.

Após os esclarecimentos, os adolescentes foram liberados. Os três homens foram autuados em R$ 1.063.200 pela extração de palmito Juçara em uma Área de Proteção Ambiental e abuso e maus-tratos contra animais domésticos. Ao todo, foram apreendidos 413 kg de palmito e os animais foram encaminhados ao órgão competente para exames e tratamentos necessários.

Animais foram encaminhados para tratamento e recuperação, em Miracatu, SP — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar