Homem que foi morar na rua após desilusão amorosa, hoje celebra o Dia dos Namorados com mulher que lhe deu emprego | Santos e Região

Apaixonado por uma mulher que conheceu na internet, Gilson de Souza deixou São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, em 2021, rumo a São Vicente, no litoral paulista. O romance, no entanto, não vingou e a desilusão amorosa o fez perder tudo, inclusive morou na rua. Foram meses sem teto até que Haydée Florisa apareceu, ofereceu emprego e consequentemente o coração. Os dois se apaixonaram, se casaram e hoje comemoram o Dia dos Namorados.

“Cuido dela, adoro fazer comida para ela. A respeito muito, [Haydée] tem uma alma pura. Queria uma família e consegui”, afirma o homem apaixonado.

Gilson conta ter deixado a cidade em que vivia e o trabalho de encarregado e de mestre de obras para viver uma paixão virtual, mas, ao começar a morar com a ex-companheira, percebeu que na ‘vida real’ a mulher era bem diferente. Em duas semanas ele foi mandado embora de casa, saindo apenas com a roupa do corpo.

Sem dinheiro, ele se lembrou de um amigo que mora em Itanhaém, também no litoral de São Paulo. Ele afirma ter andado por quase 18 horas até a casa do amigo, que, comovido com a situação, emprestou dinheiro para ele voltar para São Paulo. O mestre de obras, no entanto, resolveu ficar em São Vicente.

Ela o contratou para uma obra em casa e acabou com um namorado, que agora é marido — Foto: Arquivo pessoal

Sem ter para onde ir, ele morou na rua e dormia na Praça Barão do Rio Branco, no Centro. Ele foi abordado por uma equipe da secretaria e Desenvolvimento Social (Sedes) e encaminhado para morar em um abrigo municipal, onde permaneceu por três meses.

Gilson começou a fazer trabalhos esporádicos e, em um deles, o coração bateu mais forte. Ele foi trabalhar em uma obra no apartamento da aposentada Haydée Florisa. Eles se apaixonaram e estão casados há três meses.

Os caminhos de Gilson e Haydée se cruzaram quando uma amiga da aposentada o viu realizando um trabalho de pintura em uma pizzaria, achou o serviço bem feito e o chamou para um trabalho na casa de Haydée.

Gilson e Haydée afirmam viver um casamento feliz — Foto: Arquivo pessoal

“Eu já tinha saído do abrigo e estava morando em uma casa emprestada, tinha rato e o chão era batido [de terra]. Recebi um telefonema de Haydée no Natal, me chamando para fazer um serviço na casa da irmã dela e passar o Ano Novo com ela”, lembra o mestre de obras.

Eles iniciaram o relacionamento em 27 de dezembro e estão casados há três meses. “Ela não quis me deixar morar sozinho e me chamou para morar com ela. Nosso e relacionamento é muito bom, somos felizes”.

Casal está junto desde 27 de dezembro de 2021 — Foto: Arquivo pessoal

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar