Homem morre na frente da família minutos antes do Réveillon por ‘gritar’ durante assalto em SP | Santos e Região

Um ordenador, de 42 anos, morreu ao reagir gritando a um roubo em Praia Grande, no litoral de São Paulo, minutos antes de passar a entrada do ano com a família, segundo confirmado pela Polícia Civil ao g1 nesta terça-feira (2). A vítima foi identificada como Gilvan Pereira.

O crime ocorreu às 23h45 de sexta-feira (31), no bairro Guilhermina. Policiais militares foram acionados para atenderem a ocorrência de roubo seguido de morte e, no local, os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atestaram a morte da vítima.

A irmã e cunhado da vítima, de 35 e 34 anos, respectivamente, contaram que estavam na calçada com Pereira e outros familiares, quando dois suspeitos surgiram repentinamente em uma moto anunciando o assalto.

Segundo a família relatou à polícia, o garupa desceu, foi na direção do cunhado, o abordando e levando sua correntinha. No momento em que o criminoso tentava pegar seu relógio, o ordenador acabou se movimentando. Ele esboçou uma reação, gritando e, neste momento, o piloto da motocicleta efetou um disparo que o atingiu do lado esquerdo do corpo de Gilvan, na altura do peito.

Ainda de acordo com o relato da família às autoridades, em seguida, a vítima cambaleou da calçada até cair na garagem da residência aparentemente já sem vida.

Em nota, a Prefeitura de Praia Grande confirmou que o Samu foi acionado para atender a ocorrência na Rua Ipanema. No entanto, ao chegar no local, a equipe constatou o óbito da vítima. Por isso, a perícia foi acionada.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caso foi registrado como roubo pela Central de Polícia Judiciária de Praia Grande. Foi solicitada perícia ao local, carro de cadáver e exame necroscópico à vítima. A Polícia Civil prossegue com as investigações.

VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar