Homem ligado ao PCC e suspeito de fornecer de explosivos para crimes no litoral de SP é preso | Santos e Região

Um homem suspeito de fornecer explosivos para criminosos no litoral de São Paulo foi localizado e preso pela polícia nesta quinta-feira (5). Segundo informações obtidas pelo g1, ele teria ligação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

O suspeito foi localizado na Rua Major Artur Alves, no bairro Radio Clube, em Santos, no litoral de São Paulo, e os policiais cumpriram o mandado de busca e apreensão que existia contra ele. Após ser encontrado, foi encaminhado ao Palácio de Polícia da cidade. A autoridade policial do caso representou pela prisão preventiva.

Segundo a polícia, o suposto fornecedor de explosivos teria disponibilizado materiais para a invasão a uma agência bancária em Guarujá, que aconteceu nesta quarta-feira (4); para a tentativa de resgate a um detento do 5° Distrito Policial de Santos, em fevereiro, e para um assalto a cabines de pedágio em São Vicente, em outubro de 2021.

No imóvel, a polícia também teve acesso a documentos falsos, anotações do crime organizado e chips de telefone utilizados pelo suposto fornecedor de explosivos.

Polícia Civil localizou itens e anotações utilizadas pelo suposto fornecedor de explosivos — Foto: Polícia Civil

Explosão em agência bancária

Na madrugada desta quarta-feira (4), criminosos invadiram uma agência bancária em Guarujá e tentaram explodir três caixas eletrônicos. A tentativa de roubo aconteceu próximo à Praça 14 Bis, no distrito de Vicente de Carvalho, por volta das 4h, com cerca de 15 criminosos armados.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado para desarmar um das bombas lançadas pelos criminosos. Agentes do Comando de Operações Especiais (Coe), equipes da Força Tática da PM e dois Helicópteros Águia da Polícia Militar (PM) também auxiliam na ocorrência.

Em nota, o Banco Bradesco informou que não comentará sobre o assunto.

Criminosos invadem agência bancária com artefatos explosivos e proximidades viram uma praça de guerra, em SP — Foto: Matheus Croce/g1 Santos

Tentativa de resgate de detento

No último dia 24 de fevereiro, uma quadrilha com pelo menos cinco homens tentou invadir o 5º Distrito Policial de Santos. A suspeita é de que a ação criminosa tenha sido uma tentativa de resgate a um detento preso na unidade.

Segundo informações apuradas pelo g1, os criminosos chegaram de carro e estouraram o cadeado do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) da Zona Noroeste para invadir o local. Com uma escada, eles chegaram ao topo do muro da delegacia que fica ao lado da unidade de saúde.

Os homens alcançaram o pátio interno do 5º DP e posicionaram explosivos na parede da cadeia pública para abrir um buraco. No entanto, após a explosão, a abertura forçada na parede não era grande o suficiente para a passagem de uma pessoa. Por conta disso, eles fugiram.

Criminosos invadiram CAPS para jogar explosivos em pátio de delegacia em Santos, SP — Foto: g1 Santos

Na madrugada do dia 19 de outubro de 2021, cinco bandidos armados com fuzis assaltaram as cabines de pedágio da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em São Vicente. Segundo apurado pelo g1, eles chegaram a bloquear a via e incendiar carros.

A Polícia Militar Rodoviária informou que os criminosos chegaram e fugiram em barcos pelo mangue, que fica próximo à margem da rodovia. Eles renderam os funcionários do prédio ao lado das cabines, explodiram o cofre que fica no local e roubaram o dinheiro.

De acordo com a Polícia Civil, cerca de R$ 170 mil foram levados do cofre da concessionária. A investigação do caso seguiu pela Delegacia de Especializada em Investigações Criminais de Santos.

Praça de pedágio da Padre Manoel da Nóbrega foi assaltada em São Vicente, SP — Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar