Homem é preso suspeito de participar de tentativa de assalto à empresa de valores de Guarapuava, diz polícia | Campos Gerais e Sul

“Ele teria envolvimento com a tentativa de roubo na cidade de Guarapuava, exercendo função de liderança em facção criminosa na região do crime”, informou a PM.

O homem era foragido desde 2018 da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP), na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Mais de 30 criminosos fortemente armados tentaram assaltar uma empresa de transporte de valores em Guarapuava, na região central do Paraná, entre a noite de domingo, 17 de abril, e a madrugada de segunda-feira, 18 de abril, segundo a Polícia Militar (PM).

Um policial militar morreu, outro ficou ferido assim como um morador.

De acordo com relato de testemunhas, os assaltantes fizeram moradores reféns e fecharam os acessos da cidade. Além disso, cinco veículos blindados foram usados na ação, segundo a polícia.

Muitos disparos foram ouvidos durante a madrugada, segundo moradores da cidade.

Empresa de transporte de valores foi alvo de ataque de assaltantes, em Guarapuava — Foto: Eduardo Andrade/RPC

Um vídeo mostra o momento em que moradores feitos reféns fazem um cordão humano durante a ação dos assaltantes.

Nas imagens é possível ver pelo menos três homens de mãos dadas em uma rua que fica na região da empresa de transporte de valores, no bairro dos Estados.

Um carro também aparece atravessado na rua. Assista abaixo.

Vídeo mostra 'cordão humano' feito com reféns durante ataque à empresa em Guarapuava

Vídeo mostra ‘cordão humano’ feito com reféns durante ataque à empresa em Guarapuava

Imagens de segurança obtidas com exclusividade pela RPC indicam que o grupo criminoso ficou por uma hora e meia em frente à transportadora.

O registro também mostra que viaturas da polícia aparecem na região à 0h45, quase uma hora após a saída dos suspeitos.

Vídeo mostra criminosos por 1 h 30 na frente de transportadora de valores

Vídeo mostra criminosos por 1 h 30 na frente de transportadora de valores

De acordo com o delegado Rubens Miranda, responsável pela investigação do ataque, vigilantes da empresa de transporte de valores trocaram tiros com os criminosos.

Simultaneamente, em outro ponto da cidade, em frente ao batalhão da Polícia Militar, os criminosos colocaram fogo em dois veículos para dificultar a ação dos agentes de segurança, segundo o secretário de Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho.

Houve confronto, que terminou com três policiais baleados, sendo que dois foram encaminhados para o hospital. O terceiro policial não ficou ferido porque a bala parou no celular do agente.

Na viatura estava ainda o Hulk, o cão farejado da Polícia Militar. Ele não foi ferido.

A Protege, dona da empresa de valores que foi alvo dos assaltantes, informou que os criminosos não conseguiram acessar o cofre da empresa.

Cronologia da tentativa de assalto em Guarapuava — Foto: Wagner Magalhães

VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar