Homem descobre quase 40 animais na casa da mãe e faz mutirão para doá-los no litoral de SP | Santos e Região

Um coordenador de marketing de 36 anos descobriu, por acaso, que a mãe biológica acumulava quase 40 animais em sua própria residência, em , no litoral de São Paulo. Desde então, Rafael Garcia está empenhado em doá-los para famílias que possam cuidar dos pets.

A descoberta ocorreu por conta do falecimento da avó de Rafael, que o criou desde a infância. Há alguns anos ele não tinha contato direto com a mãe biológica, mas precisou contatá-la para avisar sobre a morte da idosa.

Ao visitar a residência onde a mulher mora atualmente, no bairro Areia Branca, Rafael foi surpreendido com uma casa cheia de animais. No local, ele encontrou 32 cães e seis gatos. “Ela tem muito amor por eles, e levava para casa ao encontrá-los na rua”, explica.

Animais encontrados em residência foram resgatados por filho de proprietária e estão disponíveis para doação — Foto: Reprodução

Além dos animais, o coordenador descobriu, também, que a mulher deve, atualmente, R$ 100 mil em empréstimos que fez para cuidar dos pets sozinha. “Ela precisa de ajuda médica, psicológica, e vai passar por tratamento, mas não tenho ninguém para cuidar desses bichos agora”.

Desde a descoberta, na semana passada, a vida de Rafael mudou bastante. Ele está correndo atrás de castração, vermifugação e outros procedimentos necessários aos animais para, assim, conseguir doá-los adequadamente.

Em contato com a Coordenadoria de Defesa da Vida Animal de Santos (Codevida), ele conseguiu castração gratuita aos animais. O órgão municipal ainda ficará com cinco cães filhotes para o serviço de adoção, os demais seguirão com ele.

Animais encontrados em residência foram resgatados por filho de proprietária e estão disponíveis para doação — Foto: Reprodução

‘Emergência Animal Santos’

Rafael criou um perfil nas redes sociais, chamado Emergência Animal Santos, para divulgar imagens e as principais características dos bichos. Quem tiver interesse em adotar os pets, pode procurá-lo pelo perfil ou pessoalmente, na Rua Dr. Aloísio Ribeiro de Mendonça, 1, no bairro Areia Branca, até o início de novembro.

Após esse período, que é o prazo dado para o pós-operatório da castração dos animais, eles serão encaminhados para feirinhas de adoção na cidade.

Quem não puder adotar os animais, mas tiver interesse em ajudar com remédios, rações e outros itens, pode deixar os produtos em uma das duas unidades do Pet Shop Ebenézer (Avenida Afonso Pena, 143, Macuco; e Avenida Dom Duarte Leopoldo e Silva, 70, Marapé), ou na portaria do prédio na Avenida Epitácio Pessoa, 582.

VÍDEOS: As notícias mais vistas do G1


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar