Homem completa 30 horas de embaixadinhas em SP em busca de novo recorde mundial: ‘Vai no banheiro com a bola’ | Santos e Região

O recordista mundial de embaixadinhas, Ricardo Silva Neves, está em busca de uma nova marca e já ultrapassa 30 horas batendo o famoso ‘lelê’ nesta domingo (14), em uma praia de Santos, no litoral de São Paulo. Ricardinho das Embaixadinhas como é conhecido, pretende bater o recorde de 34 horas e 5 minutos, sendo 44 segundos a mais do último dele, em março de 2020.

O homem de 57 anos mora em Curitiba, no Paraná, e está desde às 11h de sábado (13) batendo bola na Concha Acústica, localizada no Gonzaga. “Ele se alimenta batendo bola, e vai ao banheiro com a bola na nuca, mas não toca o chão”, explica o filho dele, Pedro Freitas Neves, de 18 anos.

Ricardinho das Embaixadinhas já bateu o recorde de maior tempo 32 vezes — Foto: Arquivo pessoal/Pedro Freitas Neves

Ao g1, o jovem conta que o pai começou a praticar embaixadinhas quanto tinha apenas 4 anos durante as brincadeiras com os vizinhos na rua. Ainda conforme o filho, o pai de Ricardinho percebeu o talento da criança e passou a incentivá-lo a treinar. O estímulo surtiu efeito e pouco depois, ele foi contratado para apresentações.

“Com 8 anos ele foi contratado pela Alético Mineiro para fazer a apresentação nas aberturas dos jogos e nos intervalos, dali, ele não parou mais”, afirma o filho. O homem coleciona diversos feitos, como as 32 vezes em que bateu o recorde de mais horas fazendo embaixadinhas.

A primeira vez que bateu a marca foi em 1987, na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Na ocasião, ele ficou 12 horas e 43 minutos sem deixar a bola tocar o chão. O último recorde dele foi em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, em março de 2020, quando ficou 34 horas, 4 minutos e 16 segundos.

Ricardinho das Embaixadinhas pretende ficar 34 horas e 5 minutos fazendo embaixadinhas — Foto: Arquivo pessoal/Pedro Freitas Neves

Desta vez, ele escolheu Santos para bater a nova marca. “Escolheu aqui por ser uma cidade turística, e também muito ligada ao esporte. Depois desse evento, está nos planos dele subir a escadaria do Monte Serrat também”, explica Pedro. O local tem 402 degraus e 147 metros, conforme dados da Prefeitura de Santos.

A previsão é de que Ricardinho consiga bater o recorde até às 21h deste domingo, e para isso, recebe todo o aporte de bombeiros civis que estão no local para aferir pressão e verificar se ele está fisicamente bem. Para o filho, é uma satisfação enorme poder acompanhar o pai durante essa nova jornada. “Principalmente por ele ser a única pessoa que faz isso no mundo. É sobrenatural. Tem que ser estudado”, finaliza o rapaz.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar