Gata levada por casal volta para os braços da tutora, que não segura a emoção: ‘obrigada por me devolver a Mimi’ | Santos e Região

Ao g1, o casal informou ter pensado que o animal estava abandonado, por conta das condições físicas observadas. Os tutores de Mimi em conversa com a reportagem já haviam dito que Mimi é idosa e debilitada, condição confirmada pela dupla que esteve com a gata na última semana.

O casal de namorados que apare no vídeo, não quis ser identificado e nem que o áudio da conversa fosse divulgado. Entretanto, a mulher contou ao g1 que ambos pegaram gata com medo de que alguém a atropelasse ou outro animal a atacasse.

“Estava extremamente desnutrida e desidratada. A gente conseguia sentir todos os ossos. Ela tinha uma carinha de dor, estava com pulga e ácaro, completamente suja. Ela veio até nós se esfregando e pedindo carinho”, disse a mulher que, após devolver o animal, foi convidada para ser madrinha de Mimi junto com o companheiro.

A jovem afirmou à reportagem que a intenção deles era achar os tutores da gata e chegaram a divulgar as fotos de Mimi em sites de buscas por animais perdidos. Outra preocupação foi a de oferecer um “bom tratamento’ para ela com um médico veterinário.

“A gente a levou no veterinário no dia 8. Descobrimos que ela tinha diversas doenças sérias, como infecção no dente e no pulmão, e estava com o pâncreas bem destruído. Passamos a dar diversos remédios específicos que foram passados pelo médico”, garantiu.

Mimi ficou sob os cuidados do casal durante quase uma semana. De acordo com a jovem, a gata não sentiu medo e se comportava de forma carinhosa.

O casal foi contatado pelos tutores na sexta-feira (13). Os jovens foram localizados através de imagens de câmeras de segurança, solicitadas em residências próximas de onde moram.

“Nesse mesmo dia a gente já devolveu a gatinha. É nítido o carinho que eles têm pela gata [tutores]. Todas as receitas e medicamentos foram entregues aos tutores, que oferecem pagamento, mas nós não quisemos”, contou a jovem.

Gato no colo da tutora no momento do reencontro — Foto: Arquivo pessoal

Segundo ela, a família agradeceu pelos cuidados e convidou o casal para ser padrinho de Mimi. “A nossa ideia é manter contato com eles para saber como ela está, se está mais forte. Temos muito carinho por ela. Temos fé que os remédios vão fortalecê-la, e ela vai conseguir viver muitos aninhos”, finalizou a jovem.

Uma família de Praia Grande, no litoral de São Paulo, passou dias procurando pela gata conhecida por Mimi, que é idosa e foi levada por um casal. Câmeras de segurança flagraram o momento em que um homem e uma mulher pegam o animal. Apesar da situação dolorosa, o tutor de Mimi não acreditou que tenha sido um ato “de maldade”.

O caso ocorreu no sábado (7), por volta das 14h, na Rua Marechal Eurico Gáspar Dutra, no bairro Canto do Forte, em Praia Grande. Ao g1, o filho do casal de idosos que adotou a gata há seis anos, Gustavo Pacheco Veiga, de 43, explicou que Mimi raramente fica na calçada, mas que consegue sair pelas grades da casa e sempre espera seus donos retornarem.

Mimi é idosa e está debilitada. Ela mora com a família de Praia Grande desde 2016, quando foi abandonada na porta da casa — Foto: Arquivo Pessoal

“Naquele dia meus pais saíram de casa para ir almoçar. Ela estava na calçada e ficou lá esperando por eles”, conta Veiga, que estava em São Paulo quando a gata foi levada.

Após conferir as imagens de câmeras de segurança dos vizinhos, ele observou duas pessoas levando o animal. “Na segunda-feira, eu desci a Serra e consegui identificar esse casal de jovens com a nossa gata nos braços”, relatou.

Com a ajuda de alguns moradores, ele conseguiu acompanhar a movimentação do casal até a Rua Bahia, sentido Boqueirão. “Eles devem ter achado que ela estava abandonada. Não creio que roubaram por maldade. Mas achei inconsequente, pois a gata estava na calçada em frente ao portão de casa. Não estava em um terreno, jogada”, diz Veiga.

Mimi é idosa e debilitada e mora com a família desde 2016, quando foi abandonada na porta da casa deles. — Foto: Arquivo Pessoal

A gatinha, chamada Mimi é idosa, está debilitada, e mora com a família desde 2016, quando foi abandonada na porta de casa. “Essa gata já foi abandonada aqui em casa em 2015, com casinha e tudo. Na época, nós a acolhemos com todo amor. E agora, pela segunda vez, uma troca de lar”.

A gata faz companhia para a mãe de Gustavo, que também é idosa. “A minha mãe coloca duas cadeiras, senta em uma e a gata em outra, e fica dando comida para ela. A gata manca, come demais e, inclusive, durante a noite, vomita demais. Minha mãe ganhou um ‘belo’ presente de dia das mães, ela chorou o dia inteiro”.

VÍDEO: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar