Fundação do sistema contra enchentes na Zona Noroeste de Santos deve ficar pronta até agosto | Santos e Região

A fundação do sistema contra enchentes na Zona Noroeste de Santos, no litoral de São Paulo, até o mês de agosto, segundo a prefeitura. Essa é mais uma etapa das obras para solucionar o problema de alagamentos na região.

A obra, segundo a prefeitura, trata-se de implantação de uma estação elevatória, um canal e comportas no final da Avenida Haroldo de Camargo, na divisa com São Vicente.

A obra começou em agosto do ano passado, com prazo de 24 meses para entrar em funcionamento, e é gerenciada pela Siedi e executada pela Terracom.

A implantação do sistema, denominado EEC7, é feito sobre parte já aterrada do mangue da Vila Gilda e faz parte de um conjunto de 14 sistemas de comportas e 13 estações elevatórias previstos para entrar em funcionamento até 2028, dentro do programa de macrodrenagem Santos Novos Tempos (SNT).

A implantação custará R$ 37,5 milhões, sendo R$ 22 milhões oriundos de empréstimo do Programa Avançar Cidades, supervisionado pela Caixa Federal. O restante é contrapartida do orçamento municipal.

Os dispositivos devem beneficiar, principalmente, os bairros Castelo e Areia Branca, além de parte do Jardim Guassú, em São Vicente. O mecanismo foi projetado para trabalhar com armazenamento das águas pluviais em reservatório correspondente a três piscinas olímpicas.

No total, três bombas retirarão as águas do reservatório. Em seguida, todo esse volume de água será lançado de forma gradual no Rio dos Bugres, para desaguar no canal do Estuário.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar