Funcionários da CET-Santos suspendem greve e aguardam novas negociações | Santos e Região

Os funcionários da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos, no litoral de São Paulo, suspenderam a greve após cinco dias de paralisação. Eles reivindicam reajuste salarial e de benefícios. A decisão foi tomada durante assembleia geral dos trabalhadores nesta segunda-feira (25).

A reunião ocorreu, por volta de 18h30, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Administrativos em Capatazia, nos Terminais Privativos e Retroportuários e na Administração em geral dos Serviços Portuários do estado de São Paulo (Sindaport). Durante a assembleia, os 150 trabalhadores presentes aprovaram a suspensão da greve a partir de 23h desta segunda-feira.

Segundo o diretor de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Viário e Urbano do Estado de São Paulo (Sindviários), Milton Santos Salgado, os funcionários ainda aguardam possíveis propostas da negociação tanto na mediação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) quanto das reuniões de negociação que ocorrerão na empresa até a próxima sexta-feira (29).

Na sexta-feira, ainda deve ocorrer uma nova assembleia geral às 18h30, também na sede do Sindaport, para a apresentação de possíveis propostas ou definição de uma nova data de greve. Caso a categoria decida pela greve, a data de início prevista é 13 de maio.

Segundo Salgado, o motivo da suspensão da greve, que reivindicava reajuste salarial e de benefícios, é a mediação do Tribunal. “Hoje [terça-feira] vou para o TRT-2 para uma rodada de mediação. Lá na Consolação e deve iniciar por volta de 12h”.

Na última quarta-feira (20), o Tribunal Regional do Trabalho pediu ao Sindiviários o retorno de 50% do efetivo, sob pena de multa de R$ 50 mil por dia ao sindicato. Os funcionários CET-Santos, então, aceitaram a medida em uma assembleia realizada durante a tarde. No mesmo dia, o sindicato protocolou uma petição como pedido de mediação ao TRT.

Funcionários da CET-Santos entram em negociações com a presidência da Companhia nesta quarta-feira.. — Foto: Divulgação/ Sindviários

Os funcionários da CET-Santos reivindicam reajuste salarial e de benefícios. Segundo o Sindviários, a categoria está desde 2019 sem receber reajuste salarial, por conta da pandemia.

De acordo com Salgado, o aumento que a categoria deveria receber para suprir os três anos sem reajustes equivale a 10,06% do salário, conforme calculado em fevereiro de 2022.

Funcionários da CET Santos deflagram greve e paralisam atividades por falta de reajuste salarial. — Foto: Matheus Croce/ g1

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar