Especialistas destacam importância da segurança jurídica e do investimento em infraestrutura para o avanço do setor portuário no Summit Portos 5.0 | Porto Mar

O Grupo Tribuna promove, nesta quinta-feira (21), o Summit Portos 5.0, que acontece desde as 14h no auditório do B Hotel, em Brasília (DF), e também é transmitido ao vivo, em formato online. O evento, que conta com a participação de vários especialistas, abordou em seu primeiro painel a estabilidade jurídica e a segurança nos investimentos.

Após um vídeo de apresentação, que mostrou a história e o avanço do Porto de Santos, no litoral de São Paulo, além de sua importância para a economia nacional, a palavra foi dada ao diretor-presidente do Jornal A Tribuna, Marcos Clemente Santini, que ressaltou o quanto considera importante debater os temas do setor portuário.

“Debater esses temas é a solução para o desenvolvimento econômico do país. O Brasil e o mundo estão passando por um ciclo de transformação, que está atingindo todos os ramos econômicos. Todos esses segmentos passam pelos portos brasileiros, mas, principalmente, pelo Porto de Santos. Para o Grupo Tribuna, debater o setor portuário é colocar sobre a mesa um dos maiores segmentos do Brasil”, disse Santini.

Em seguida, alguns dos convidados, como o deputado federal Julio Lopes, coordenador da Câmara Temática de Portos FRENLOGI, e a deputada federal Rosana Valle, também destacaram a importância do setor portuário para a economia regional e nacional. Ambos ainda reforçaram o quanto consideram importante o Regime Tributário para Incentivo à Modernização e à Ampliação da Estrutura Portuária (Reporto).

Especialistas destacam importância da segurança dos investimentos para o avanço do setor portuário — Foto: Thais Rozo/g1

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, falou, por meio de vídeo, sobre o quanto considera o evento importante para debater o avanço do setor portuário. “O governo Bolsonaro fez 29 leilões de arrendamento portuário até o momento, é o governo que mais fez arrendamentos, e agora começamos a discutir a desestatização dos portos, um assunto muito importante. Esses são movimentos que vão transformar nosso setor portuário”, destacou.

Painel Estabilidade Jurídica e Segurança nos Investimentos

Após a fala de parte dos convidados, foi iniciado o Painel Estabilidade Jurídica e Segurança nos Investimentos. O apresentador e mediador do evento, Maxwell Rodrigues, deu início ao assunto, com o apoio do comentarista técnico Dimmi Amora. Em seguida, foi dada a palavra ao advogado Cassio Lourenço e ao economista Gesner Oliveira.

Lourenço fez uma breve contextualização do atual cenário de tentativa de retomada econômica vivido no país, e em seguida explicou a importância da segurança jurídica para atrair o investidor. “O principal aspecto que o investigador vai analisar é a segurança jurídica, porque ela é crucial para analisar a equação risco/retorno. Se não conseguirmos gerar estabilidade jurídica, ainda mais em um momento de moeda fraca, o capital vai acabar no colo do país que conseguir dar melhor resultado para essa equação”, destacou.

De acordo com o advogado, a segurança jurídica pode ser avaliada em três componentes: previsibilidade, estabilidade e racionalidade. “O Brasil tem problema na área da estabilidade e da racionalidade, porque percebe-se que as regras não são bem embasadas, e acabam sendo revistas ao longo do tempo”, explica.

Economista Gesner Oliveira explicou a importância do investimento na infraestrutura para o avanço do setor — Foto: Thais Rozo/g1

Por sua vez, o economista Gesner Oliveira explicou a importância do investimento na infraestrutura para o avanço do setor. “Estamos vivendo uma economia em recuperação, e para uma retomada, é preciso investimento. O desempenho de vários segmentos depende da eficiência da infraestrutura. Então, os investimentos em portos e rodovias, por exemplo, geram muita demanda de emprego. No passado, investimos mais de 5% do PIB em infraestrutura, hoje, investimos mais de 2%. Um país como a China investe 8%”, explica.

Segundo o economista, para retomar o crescimento econômico e alcançar um desenvolvimento sustentável, o investimento em infraestrutura é fundamental. “Do ponto de vista econômico, eu chamaria a atenção ao tripé composto pela boa regulação, pelo planejamento e pela gestão, tendo esses pontos como base a segurança jurídica que estamos discutindo”, afirma.

Ainda de acordo com Gesner, o país está vivendo uma janela de oportunidades para o salto em investimentos. O especialista ainda afirma que o programa de concessões e desestatização é fundamental para esse avanço, e que a integração vertical é importante para o setor, e pode gerar enormes eficiências, além de poder ser uma tendência mundial.

VÍDEOS: As notícias mais vistas do g1


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar