Escolas municipais de Bertioga passam a contar com atendimento psicológico e psicopedagógico | Educação

As escolas municipais de Bertioga, no litoral de São Paulo, passam a contar com atendimentos psicológicos e psicopedagógicos. O projeto “Escola Acolhedora” foi lançado nesta semana visando a saúde e desenvolvimento dos alunos no período de volta às aulas presenciais.

A iniciativa ocorrerá em todas as unidades de ensino do município. A nova proposta também busca a inclusão dos alunos com deficiência e ajudar professores a trabalharem com os estudantes neste retorno.

De acordo com a Secretaria de Educação, os professores, ao identificarem situações em sala de aula, como dificuldades de aprendizagem, indícios de violência doméstica ou sexual e possíveis deficiências, deverão notificar à equipe gestora.

Desta forma, os casos serão analisados e discutidos com o grupo de psicólogas e psicopedagoga, para que a escola inicie o acompanhamento junto com a família. Caso haja necessidade, as crianças serão encaminhadas ao projeto da Equipe Multidisciplinar “Escola Acolhedora”, no Centro Educacional Especializado ‘Marco Antonio Del Corso’, para serem reavaliadas. O projeto reforçará as ações já desenvolvidas pela equipe multidisciplinar da Secretaria de Educação.

A partir desta nova avaliação os alunos poderão receber encaminhamento para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), consulta com um neuropediatra ou outros profissionais de saúde da rede municipal.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar