EMTU abre licitação para obras de recuperação da Ponte A Tribuna



Reforma marca o início da implantação da 3ª fase do VLT, na qual conectará o Terminal Barreiros ao bairro Samaritá. EMTU abre licitação para obras de recuperação da Ponte A Tribuna
EMTU/Divulgação
A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), responsável pela operação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), abriu a licitação para escolher a empresa que fará as obras de recuperação, reforço e ampliação da Ponte A Tribuna – estrutura responsável pela ligação da Área Insular à Continental de São Vicente, no litoral de São Paulo.
A reforma marca o início da implantação da terceira fase do VLT da Baixada Santista, na qual conectará o Terminal Barreiros ao bairro Samaritá. O investimento previsto do Governo do Estado é de R$ 505 milhões.
O Terminal Samaritá beneficiará aproximadamente 150 mil pessoas que moram em dez bairros da Área Continental de São Vicente (SP) e dependem do transporte público para ir até Santos (SP), onde está a maior parte das atividades econômicas da Baixada Santista.
A sessão pública de apresentação das propostas está marcada para o dia 14 de março, às 10h30, na sede da EMTU, que fica na Rua Joaquim Casemiro, 290, bairro Planalto, em São Bernardo do Campo.
Reforma e ampliação
O projeto de reforma da Ponte A Tribuna prevê a ampliação e reforço da estrutura de 650 metros de comprimento. Além da expansão do trecho de passeio, melhorias da infraestrutura rodoviária e duplicação da parte ferroviária, atualmente inativa. A previsão é de que, a partir da data de início, as obras sejam concluídas em 24 meses.
Com isso, o VLT terá 27 km de extensão, sendo 11,5 km já em operação (Barreiros ao Estação Porto), 8 km em obras (Conselheiro Nébias ao Valongo) e 7,5 km que aguarda a licitação (Barreiros ao Samaritá).
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar