Em lançamento, Residencial Marajó é vendido com modalidade de crédito na planta | Especial Publicitário – Besmon

Construtora inova ao lançar um empreendimento imobiliário com crédito na planta. A Besmon, empresa responsável por empreendimentos de sucesso e valorizados no município, traz para os santistas uma modalidade de aquisição de imóvel na planta segura e vantajosa em parceria com a Caixa Econômica Federal. A modalidade está disponível ao Residencial Marajó, que iniciará as obras nos próximos meses, com entrega para o mês de abril de 2024, no bairro Campo Grande, em Santos.

Além do formato atraente de compra, outro diferencial é a localização. Situado na Rua Pará, nº 18, a localidade, que é tipicamente residencial, não possui interferêcia de grandes ruídos e deslocamentos automotivos, o empreendimento também fica próximo de uma das principais vias da cidade, a Avenida Ana Costa. Interessados em visitar o apartamento decorado podem se digirir ao endereço citado acima.

Inovador na forma de distribuir os espaços, os imóveis contam com sala, cozinha e terraço com integração. — Foto: Reprodução

Simples, prático e vantajoso, o crédito na planta, também conhecido como crédito associativo, é uma modalidade na qual o comprador adquire o imóvel e contrata o crédito com o banco desde o início da obra – ainda na planta – que é aplicado na construção do empreendimento, por isso o nome associativo.

No modelo tradicional de aquisição de imóvel na planta, o comprador assina contrato com a construtora e paga parte do valor do imóvel durante a execução da obra sendo que, ao final desta, o saldo devedor é pago por meio de financiamento com uma instituição bancária. No empreendimento oferecido pela Besmon, o contrato de financiamento é assinado com a Caixa Econômica Federal desde o início da negociação, garantindo a contratação do crédito com as menores taxas do mercado.

Considerado o formato mais inteligente e seguro de compra e venda de um empreendimento imobiliário, na modalidade crédito na planta, o comprador acaba pagando menos, uma vez que o crédito já vai sendo liberado conforme a evolução da obra. Neste período, o comprador paga somente os juros referentes ao andamento da obra diretamente para o banco. As amortizações do financiamento só começam a serem pagas pelo morador após a entrega das chaves do imóvel.

De acordo com Ricardo Beschizza, sócio da Besmon, o crédito na planta traz vantagens tanto para a construtora, quanto para o comprador. Para ele, um dos principais benefícios da modalidade pode ser observado por meio da característica ganha-ganha da negociação.

“Esse ganha-ganha que é bacana, porque o comprador assina com a Caixa, que se responsabiliza a pagar a construtora mediante o andamento da construção, e garante que a obra será entregue. O financiamento é só depois, durante a obra ele vai pagar somente os juros desse financiamento sobre o capital que foi conquistado com o banco, depois vem a fase de amortização”, comenta Beschizza.

Entre as vantagens do crédito na planta estão: a possibilidade de utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) desde o momento da contratação para reduzir o saldo a ser financiado, despesas menores com o valor de escrituração e registro, pois tem o custo apenas na fração ideal do terreno, além da segurança de conclusão do empreendimento, uma vez que a construtora é responsável pela obra e a Caixa pelas garantias de entrega do imóvel e do seguro, quitando o crédito no caso de morte ou invalidez do comprador.

Residencial Marajó conta com modalidade segura, prática e vantajosa de aquisição de imóvel ainda na planta. — Foto: Reprodução

“Se o comprador tiver o Fundo de Garantia, ele pode usar no momento da contratação para quitar uma parte do valor que seria pago no financiamento. Essa é vantagem de utilizar o FGTS no início do contrato, pois nas outras modalidades de financiamento, essa opção só é permitida depois que a obra é concluída”, destaca Beschizza.

Em fase de lançamento, o Residencial Marajó conta com dois modelos de apartamentos de 55 m² e 71 m². Inovador na forma de distribuir os espaços, os imóveis contam com sala, cozinha e terraço com integração, acabamento com porcelanato e laminados, além de infraestrutura para ar-condicionado. Os apartamentos de 71 m² contam com duas suítes, lavabo e varanda gourmet, e os de 55 m² possuem dois dormitórios e uma suíte.

Além do conforto dentro do imóvel, o morador terá à sua disposição uma área de lazer composta por piscina, salão de festas, área grill e espaço de convívio. O condomínio contará, ainda, com uma construção moderna voltada para a preservação do meio ambiente, acessibilidade, estrutura para portaria remota, segurança, medidores de gás e água individualizados, elevador de última geração, bicicletário e armários individuais na garagem.

Situado em uma localização estratégica e privilegiada, o Residencial Marajó está próximo de diversas opções de compras e serviços essenciais para o cotidiano, como supermercados, farmácias, hortifrutis, restaurantes, hospitais, empórios e transporte público. O empreendimento surge como uma ótima opção para quem busca morar em um bairro residencial, sem estar distante das principais vias e comércios da cidade.


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar