Em corte de Justiça, escritora que diz ter sido estuprada por Trump o chama de mentiroso na cara dele | Mundo

Em maio passado, a Justiça ordenou que Trump pagasse US$ 5 milhões (R$ 24,67 milhões) a Carroll. Para o júri que tomou a decisão, ele havia abusado sexualmente de Carroll, uma ex-colunista da revista Elle, em um vestiário da loja de departamentos Bergdorf Goodman. Além disso, ele a difamou, em 2022, negando que algo tivesse acontecido.


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar