Deputados federais destinarão R$ 10 milhões para voos comerciais no aeroporto de Guarujá, SP | Santos e Região

A bancada paulista de deputados federais aprovou uma emenda conjunta que irá destinar R$ 10 milhões à Infraero para que o Aeroporto Civil Metropolitano da Baixada Santista, localizado em Guarujá, no litoral de São Paulo, entre em operação para todas as aeronaves comerciais no primeiro semestre de 2022.

A autora da proposta, a deputada federal Rosana Valle (PSB-SP), justificou o pedido afirmando que, para que os voos comerciais passem a operar já no primeiro semestre do ano que vem, são necessárias obras de expansão e repavimentação da pista, além de sinalização e drenagem.

Aeroporto de Guarujá será instalado na Base Aérea de Santos — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

Além da verba da emenda conjunta, são aguardados também recursos federais da Secretaria Nacional de Aviação Civil, para a implantação da cerca ao redor do aeroporto e outras obras de infraestrutura necessárias.

Os voos comerciais atenderão, além das nove cidades da Baixada Santista, todo o estado de São Paulo e o país, absorvendo parte do contingente de visitantes que enfrentam congestionamentos nas estradas que dão acesso à região aos finais de semana e feriados.

A Infraero é a responsável por realizar as adequações necessárias para que o aeroporto opere voos nacionais de aviões comerciais de todos os portes. Já chegaram no aeroporto os 20 módulos que vão integrar o terminal de embarque e desembarque. Os passageiros contarão com um sistema de vans, que farão o transporte entre as aeronaves e o terminal.

Aeroporto de Guarujá vai ocupar área onde localiza-se hoje a Base Aérea de Santos (SP) — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar