Criminosos fingem ser clientes, invadem e roubam relojoaria no litoral de SP; VÍDEO | Santos e Região

Ao menos cinco criminosos invadiram e roubaram uma relojoaria em Guarujá, no litoral de São Paulo, no início da tarde desta terça-feira (11). Segundo apurado pelo g1, eles chegaram a fingir que eram clientes para depois anunciar o assalto. O valor levado não foi informado.

O caso ocorreu por volta das 12h, em um estabelecimento na Avenida Thiago Ferreira, no Distrito de Vicente de Carvalho. Câmeras de monitoramento registraram toda a ação, que durou cerca de dois minutos. Nas imagens, é possível ver que um jovem que está de boné se passa por cliente, e em seguida tira a arma da cintura e ameaça os funcionários.

Clientes que estavam na loja saem do local, e outros suspeitos, também de boné e máscara, entram para começar a juntar as joias. Os criminosos ainda quebram os vidros dos mostruários para pegar as peças e colocar dentro de mochilas e sacolas plásticas. Enquanto isso, um deles fica de guarda na porta do estabelecimento.

Homens estavam armados e levaram parte das joias do estabelecimento — Foto: Reprodução

Ainda conforme as imagens, é possível ver que alguns vestem camisas com faixa refletiva, que parecem uniformes de empresas. Pouco antes de fugir, um deles ainda aponta a arma para o alto e atira. Um pedestre viu os criminosos fugindo pela Rua Marechal Floriano Peixoto, e chamou uma equipe da Guarda Civil Municipal de Guarujá, que realizava a Patrulha Guardiã Maria da Penha pela via.

Segundo as autoridades, o grupo chegou a atirar contra os GCMs, que revidaram. A viatura foi atingida, mas ninguém se feriu. Uma mochila foi apreendida, e dentro dela havia um pé de cabra e um saco de rafia. Também foram apreendidos cartuchos e munições, assim como as armas utilizadas pelos guardas durante o confronto.

Criminosos invadiram relojoaria e levaram parte das mercadorias em menos de 2 minutos — Foto: Luciana Moledas/g1

Foram levados do local 140 anéis, 100 gramas de alianças, oito relógios smart, mais de 20 relógios convencionais, mais de 100 pares de brincos e diversas correntes e pulseiras.

Em entrevista à TV Tribuna, afiliada da Rede Globo, o delegado do 2º DP de Guarujá, José Aparecido Cardia, informou que, provavelmente, os uniformes usados foram furtados de uma empresa. “Eles usam a credibilidade dessas empresas. É importante até as empresas terem o controle junto ao seu logo, numerar os logos, para que não aja mais esse tipo de induzimento ao erro”, afirma.

Ainda segundo o delegado, um dos suspeitos pode estar ferido, após atingir o próprio pé ao atirar contra o chão. No entanto, não há notícias de nenhum baleado em unidades de saúde da cidade. O caso é acompanhado pelo 2º DP de Guarujá, e será investigado como tentativa de homicídio contra os guardas, roubos e formação de quadrilha.

Viatura da GCM de Guarujá foi atingida por disparos feitos pelos bandidos — Foto: Luciana Moledas/g1

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar